Alok, um dos melhores DJs do mundo, faz show na 44ª EXPORÃ

Considerado um dos melhores DJs da atualidade com reconhecimento dentro e fora do Brasil, Alok foi a grande novidade musical da 44ª Exposição Agropecuaria de Ponta Porã, deste sábado 10 de março no Parque de Exposição Alcindo Pereira.

O músico, que lota todos os espaços onde se apresenta, superou as expectativas do Sindicato Rural de Ponta Porã, presidido pelo advogado e pecuarista André cardinal Quintino, sendo um diferencial na grade de shows da 44ª edição da feira, que teve inicio dia 3 e vai até domingo dia 11 de março.

Indicado para ser o Dj número 1 do mundo, Alok desembarcou no Aeroporto Internacional de Ponta Porã, por volta das 3h17 da madrugada deste sábado quando concedeu entrevista ao jornalista Lile Corrêa, transmitido ao vivo pelo Live Facebook do Sindicato Rural de Ponta Porã. 

A entrevista foi reprisada no programa Show de Prêmios na Rádio Líder FM 104,9 de Ponta Porã.

Alok contou que “foi ótima a turnê pelo Estados Unidos e México, foi incrível, cheguei semana passada ao Brasil e já estamos aqui de volta”. Com relação a indicação da Billboard na disputa para ser o número 1 do mundo, o artista demonstrou humildade “para ser o número 1 do mundo falta muito ainda, mas podemos conquistar um pouco do nosso espaço lá fora”.

Finalizando afirmou que “estou super empolgado, este é o segundo show da noite, guardei bastante energia pra cá, espero que eu possa fazer um show incrível, bem dinâmico, bem energético e obrigado pela presença de todos”.

Alok Petrillo é conhecido pela identidade musical chamada de “Brazilian Bass”, gênero com músicas clássicas do pop e do rock no repertório.

Aos 24 anos, já se apresentou ao lado de nomes como David Guetta e Armin Van Buuren e hoje faz cerca de 20 apresentações por mês.

Filho dos DJ’s Ekanta e Swarup, pioneiros do psy trance no Brasil e criadores de um dos festivais mais famosos de música eletrônica do país, o Universo Paralelo, Alok Achkar Peres Petrillo começou a tocar profissionalmente aos 12 anos ao lado de seu irmão gêmeo Bhaskar.

Em 2010, decidiu seguir carreira solo, mudando de gênero para o house music, transformando-se em um dos ícones mais proeminentes da cena eletrônica brasileira, com honrarias e prêmios, tais como: “Melhor DJ do Brasil” pela DJ Magazine em 2015, e único brasileiro no top 25 do mundo no ano seguinte.

Alok também é idealizador da gravadora UP Club Records, uma gravadora especializada em descobrir novos talentos da música eletrônica.

Do Aeroporto Internacional de Ponta Porã, Alok foi direto para o palco da Exporã e animou milhares de brasileiros e paraguaios tocando os hits “El Fuego” e “Hear Me Now”.

Dj Alok entrevistado por Lile Corrêa no Aeroporto Internacional de Ponta Porã – Foto: Matheus Corrêa

Selfie das academicas de medicina Bruna e Giovana com Dj Alok – Foto: Matheus Corrêa

 

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book