Câmara de Vereadores de Ponta Porã presta contas e anuncia pagamento da primeira parcela do 13º em junho

Julieta Romeiro*

A Câmara Municipal de Ponta Porã realizou a audiência pública de prestação de contas do Poder Executivo, Legislativo e do Previporã correspondente ao 1º quadrimestre de 2017, nesta segunda-feira, 29 de maio.

A audiência foi comandada pelo presidente da Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização, o vereador Rony Lino, pelo vice-presidente, o vereador Paulinho Roberto e pelo relator, o vereador Edevaldo Mattoso Barbosa.

O evento também contou com a presença dos mais vereadores, além do presidente do Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais (Previporã), Fábio Augusto Caffarena, o secretário municipal de Planejamento e Finanças, Fabricio Cervieri, o diretor do Departamento Financeiro e Orçamentário da Câmara Municipal, Marcelo Dionizio Lovera Ajala e demais autoridades municipais.

De acordo com Rony Lino, as informações apresentadas são referentes aos balancetes de 01 de janeiro a 30 de abril deste ano. “O Brasil está vivendo um período de crise e Casa de Leis também está trabalhando com contenção de gastos. O Poder Legislativo reduz despesas, mas garante qualidade aos servidores e no atendimento ao público”, disse o presidente da Comissão.

Para o presidente da Câmara de Vereadores de Ponta Porã, Otaviano Cardoso, o saldo apresentado é positivo. “Apesar do aumento do número de vereadores e consequentemente da quantidade de assessores parlamentares, a Câmara Municipal conseguiu ter uma redução com gasto pessoal do duodécimo. O valor máximo a ser gasto é de 70% e nós gastamos 61,85%, referencia muito abaixo dos anos anteriores, que tinham uma média entre 67% e 69%”, apontou o presidente.

Conforme Cardoso, essa redução foi possível através de cortes de contratos terceirizados de digitalização, assessoria jurídica e contábil, serviços estes, que hoje são realizados por funcionários da Câmara Municipal. “Também diminuímos o quadro de funcionários geral, com esses cortes foi possível conceder aumento de salário de 11,95% aos servidores, que era devido de 2015 e 2016. Hoje nós trabalhamos com menos servidores, mas valorizamos os funcionários. Em junho já será possível pagar a primeira parcela do 13º salário”, constatou o presidente.

O presidente do Legislativo disse que entre os valores apresentados na despesa com manutenção do Legislativo, como materiais de consumo e serviços de terceiros e outros, estão os gastos com aquisição de novos equipamentos eletrônicos, reformas em ambientes para acomodar os novos vereadores. “Com toda economia conseguimos reformar todos os setores do prédio, dedetização, limpezas, colocação de calhas e rufos, reparos nas salas administrativas, aquisição de computadores para gabinetes, impressoras, cadeiras, prateleiras, armários, mesas, entre outros produtos e serviços para melhorar na qualidade do serviço prestado pela Câmara de Vereadores para a

população. Isso é satisfatório. Trabalhamos com economia para priorizar nossos funcionários e a população de Ponta Porã”, concluiu Otaviano Cardoso.

Legenda: Câmara Municipal apresentou redução de gastos durante audiência pública de prestação de contas nesta segunda-feira, 29 de maio (Foto: Lécio Aguilera)

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book