Dois jornalistas da Reuters são presos em Mianmar

Dois jornalistas da Reuters foram presos na noite de terça-feira na principal cidade de Mianmar, Yangon, afirmou um porta-voz do governo.

“Sim, é correto que eles foram presos”, disse o porta-voz Zaw Htay. “Não apenas seus repórteres, mas também os policiais que estavam envolvidos nesse caso. Tomaremos medidas contra os policiais e também contra os repórteres.”

Ele não disse porque os jornalistas, Wa Lone e Kyaw Soe Oo, foram presos, nem forneceu detalhes sobre a acusação que enfrentarão ou explicou sobre que caso estava se referindo.

A chefe global de comunicação da Reuters, Abbe Serphos, disse: “Estamos urgentemente buscando mais informações sobre as circunstâncias da prisão deles e sobre sua situação atual”.

Wa Lone, que entrou na Reuters em junho de 2016, tem relatado uma gama de histórias, incluindo a crise dos refugiados rohingya no Estado de Rakhine. Kyaw Soe Oo tem escrito para a Reuters desde setembro.

A embaixada dos Estados Unidos em Yangon disse em um comunicado divulgado em seu site na quarta-feira que “estava profundamente preocupada com as prisões altamente irregulares de dois jornalistas da Reuters depois que eles foram convidados a se reunir com agentes da polícia em Yangon ontem à noite”.

“Para uma democracia ter sucesso, os jornalistas precisam ser capazes de fazer seu trabalho livremente”, disse a embaixada. “Instamos o governo a explicar essas prisões e permitir o acesso imediato aos jornalistas.”

Ko Wa Lone, esquerda, and Ko Kyaw Soe Oo. (Facebook)

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book