Inscrições para bolsas de reportagens investigativas

A Agência Pública e a ONG Conectas Direitos Humanos estão oferecendo microbolsas para a produção de reportagens investigativas. Quatro projetos serão selecionados, e cada um receberá R$ 7 mil para a produção da pauta.

A reportagem deve abordar violência policial e intervenções de forças de segurança, como a que ocorre no Rio. As inscrições vão até 25 de maio de 2018.

O Brasil tem uma das polícias que mais mata e mais morre no mundo. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, mais de 4 mil pessoas morreram em 2016 em decorrência de intervenções policiais e 437 agentes de segurança pública foram vítimas de homicídio. No ano em que o Estado do Rio de Janeiro passa por uma intervenção militar na área de segurança pública, questões como essas precisam ser investigadas com urgência.

É para trazer luz para debates como esses que a Agência Pública e a Conectas Direitos Humanos lançam o Concurso de Microbolsas para Reportagens Sobre Violência Policial e Intervenção Militar. Serão distribuídas quatro bolsas no valor de 7 mil reais para os repórteres que propuserem pautas inéditas e originais sobre os temas. As inscrições devem ser feitas até o dia 25 de maio de 2018 através deste formulário.

Leia o regulamento completo: https://apublica.org/2018/04/regulamento-microbolsas-violencia-policial-e-intervencao-militar/

Para se inscrever você precisa informar:
– Seus contatos
– Caso vá propor uma reportagem em equipe, os contatos dos outros integrantes
– Uma pequena biografia
– Links que comprovem sua experiência
– Título e resumo da proposta de pauta
– Pré-apuração
– Plano de trabalho
– Plano de orçamento
– Contato de uma referência profissional

 

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book