Instrutores de cursos e programas do Senar/MS participam de capacitação metodológica  

O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural promove entre os dias 11 e 15 de julho em Campo Grande, um treinamento para instrutores que atuam como educadores nos programas e cursos da instituição, com objetivo de adequar a metodologia da instituição para a realidade de Mato Grosso do Sul. No total, 17 profissionais terão acesso a informações sobre metodologia, estratégia e técnicas de trabalho.

De acordo com a analista da unidade educacional, Elizete Ramos, a capacitação é oferecida para todos os prestadores de serviço, para que conheçam o método de trabalho do Senar/MS. “Temos mais de 200 instrutores credenciados e todos precisam receber a instrução, dividida na etapa teórica e prática, com a elaboração e apresentação de um plano institucional individual”, explica.

O engenheiro agrônomo José Ubirajara Fontoura soma quase 40 anos na profissão, com doutorado em Solos e Nutrição de Plantas e foi selecionado para atuar na ATeG – Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS, especificamente no projeto ABC Cerrado. Ele revela que já passou por dois treinamentos e acredita que a metodologia contribui positivamente na transferência de conhecimento aos produtores. “O sistema tradicional de assistência técnica enfrenta uma série de dificuldades por não acompanhar a evolução do processo produtivo e a metodologia da instituição contempla desde os facilitadores até o público alvo que são os produtores rurais”, aponta.

A pedagoga do Senar/MS, Jussara Pedroso também acompanha o grupo e considera fundamental a adequação metodológica para a realidade do público atendido no Estado. “Assim como em outras regionais é necessário ajustar alguns assuntos, tendo em vista as diferenças culturais e geográficas de cada localidade. Neste primeiro momento atendemos 17 instrutores, mas, planejamos ampliar o número de atendimentos neste treinamento em 2017”, menciona.

Para a artesã Arlete Ferreira, que há quase dois anos ministra cursos de PS – Promoção Social focados em Bordado Livre, Vagonite e Ponto Cruz, o treinamento contribui tanto no quesito pedagógico quanto no tratamento das pessoas. “Estou satisfeita de participar e ter oportunidade de aprender e trocar experiências. A linha metodológica do Senar nos orienta como devemos apresentar nosso trabalho de forma a sermos entendidos e como tratar cada ‘aluno’. Posso afirmar que meu sentimento é de dever cumprido a cada turma finalizada, ainda mais quando confirmo a mudança de comportamento das participantes”, complementa.

A regional sul-mato-grossense possui mais de 200 instrutores cadastrados com atuação em mais de 160 cursos e programas

Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do Estado.

O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.

Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul*

 

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book