Jornalista ucraniano condenado em Moscou

Jornalista Roman Sushchenko (Imagem: Reprodução)

O jornalista Roman Sushchenko foi acusado de “juntar informações confidenciais sobre atividades das Forças Armadas russas e da Guarda Nacional” em função de provas reunidas pelos Serviços Russos Segurança (FSB), destacou a ABI – Associação Brasileira de Imprensa.

Sushchenko nega qualquer tipo de culpa. A defesa dele e a Ucrânia disseram que sua prisão foi fabricada por razões políticas.

“Claro que irei apelar. Esta decisão não é justa”, declarou após o anúncio de sua condenação.

A promotoria pediu 14 anos de prisão para Sushchenko, acusado de ser um coronel dos serviços de inteligência ucranianos. Segundo a agência russa, TASS, o caso foi examinado a portas fechadas por ser considerado secreto.

A Ucrânia, por sua parte, diz que Sushchenko é jornalista, correspondente em Paris da agência de notícias Ukrinform, para a qual trabalha desde 2002.

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book