Jornalistas da China querem acordos com ABI

Presidente da ABI Domingos Meirelles e a delegação da Associação Nacional de Jornalistas da China

A delegação, chefiada por Zhang Baixin, Secretário Executivo da Associação Nacional de Jornalistas da China, era formada por Zhang Jianhong, vice-presidente da Hubei Changjang Cloud New Media Group, Chen Weihua, da Agência de Notícias Xinhua, e Liu Xiaoqian, correspondente no Brasil da CCTV Latin America.

A comitiva visitou as dependências da sede da ABI, mostrando-se surpresa com as dimensões do seu auditório, e o expressivo acervo da Biblioteca Bastos Tigre. Os chineses manifestaram-se igualmente surpresos com os serviços médicos oferecidos pela policlínica da ABI e a função social que ela exerce em  relação aos associados e seus dependentes, que se encontram em situação de extrema vulnerabilidade.

A reunião  contou com a presença do presidente da ABI Domingos Meirelles, do vice-presidente Paulo Jerônimo e dos Diretores Elias Nacif e Ana Maria Costábile, responsáveis respectivamente pelas áreas administrativa e financeira da entidade.

Zhang Baixin revelou que o objetivo do acordo era proporcionar maior aproximação entre os jornalistas dos dois países, além de estimular um intercâmbio profissional entre  profissionais de diferentes áreas de mídias.  Jornalistas brasileiros visitariam a China para entrarem em contato com as novas tecnologias digitais que estão sendo desenvolvidas no universo da comunicação, e os chineses, por sua vez, viriam ao Brasil  para  realizarem cursos de treinamento com  profissionais interessados em qualificar seus conhecimentos sobre as novas mídias.

Domingos Meirelles e Zhang Baixin

O presidente da ABI agradeceu a  visita e colocou-se à disposição de Zhang Baixin para aprofundarem a discussão em torno desse intercâmbio profissional.
– A ABI sente-se honrada em ter sido escolhida pela China para firmar esse protocolo, um marco histórico na relação entre os jornalistas dos dois países. Espero que seja também o primeiro passo para que se estabeleça uma troca mais intensa de experiências que permitam melhor qualificar os jornalistas brasileiros diante dos desafios digitais dos novos tempos, disse Domingos Meirelles.

Zhang Baixin explicou que a aproximação entre a Associação Nacional de Jornalistas da China e a ABI fora uma recomendação do presidente da República Popular da China Xi jinping ao determinar que fossem estabelecidas relações institucionais  com as principais entidades de jornalistas da América Latina. O próximo passo será a assinatura de um protocolo  entre as duas instituições que deverá ser firmado até o final de 2018. com o detalhamento das atribuições que serão assumidas pelas respectivas entidades.

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book