No primeiro ano, Hélio faz Ponta Porã voltar a crescer

Carlos Monfort*

O arquiteto Hélio Peluffo Filho (PSDB) precisou de menos de um ano para fazer Ponta Porã voltar a crescer. Unindo forças com o Governo do Estado e firmando parcerias com a iniciativa privada e a sociedade, Hélio retomou obras, quitou dívidas, retomou a pavimentação de bairros e garantiu duas obras estratégicas para a cidade: o recapeamento de 20 quilômetros de vias na área central e a pavimentação do anel viário, primeira etapa.

As parcerias com as bancadas federal e estadual foram decisivas para garantir mais recursos para a cidade, cuja administração conta com o apoio administrativo da maioria, senão de todos, os vereadores da Câmara Municipal que se unem em prol do desenvolvimento de Ponta Porã. O pagamento dos salários e dosa fornecedores em dia atesta o equilíbrio das contas e a certeza de que dias melhores virão para a fronteira.

REALIZAÇÕES

O Prefeito Hélio Peluffo iniciou as melhorias em diversos bairros, recapeando mais de 22 mil metros quadrados de vias e está asfaltando ruas na região dos bairros da Mooca, Marambaia, Jardim dos Estados, Vila Maria Auxiliadora e outras.

Apesar do transtorno as novas pontes da Comandante Cardoso e da rua Ladário estão prontas. A Rua Vital Brasil que liga bairros importantes está sendo concluída e já tem garantido os recursos para a sua iluminação. As obras de infraestrutura também estão na Vila Áurea, nas ruas Corinto, Cuiabá e entorno. São mais de 83 mil metros quadrados de asfalto novo já executado.

A Prefeitura resolveu em três meses um problema que se arrastou por quatro anos: a limpeza e a coleta de lixo domiciliar urbano: o município adquiriu caminhões compactadores zero quilômetro, assumiu o serviço e já reduziu a cobrança da taxa de lixo, que era cara e ineficiente.

CONTRAMÃO DA CRISE

Na contramão da crise, a atual administração reduziu as taxas de lixo e a taxa de iluminação pública, beneficiando toda a população e isentando de pagamento a população mais carente do município. Hélio sancionou a Lei Complementar 13/2017 que reduz a taxa de lixo, isentando 1.660 residências de pagamento e estabelecendo um critério mais justo e barato para a cobrança. Para se ter uma ideia das mudanças, anteriormente havia residências com apenas um morador pagando até R$ 150 por mês. A partir de janeiro, a Taxa de Coleta, Transporte, Tratamento e Destinação Final dos Resíduos Sólidos Urbanos (TRSU) terá como valor máximo a faixa entre R$ 41,96 a R$ 45,11 que será paga por apenas meio por cento dos contribuintes. O valor mínimo será de R$ 7,91 e a média de R$ 20 reais, aproximadamente. Vale ressaltar que unidades comerciais e grandes geradores serão cobrados de forma diferenciada, conforme já determina a legislação atual.

Hélio reajustou os salario do professores, corrigiu distorções na folha de administrativos da Prefeitura e investiu pesado no reequipamento da rede municipal de saúde com aquisição de móveis e aparelhos essenciais para o bom atendimento da população.

AVANÇOS NA SAÚDE

Os avanços na saúde começaram com a modernização do Hospital Regional e instalação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), realização da administração estadual. A

Prefeitura investiu em remédios, contratou novos médicos, ativou o mamógrafo, criou o serviço de oncologia e reforçou o atendimento com duas carretas do SESC: saúde da mulher e serviços odontológicos.

Reforçam a saúde da população os investimentos em saneamento da Sanesul: R$ 2,4 milhões na implantação do sistema de abastecimento de água do Distrito de Nova Itamarati e a ampliação da ETE Estoril com 89 quilômetros de redes coletoras de esgoto e 4 mil e 500 novas ligações residenciais. Um poço de 650 metros de profundidade garante água para o Residencial Kamel Saad e região.

GOVERNO HUMANO

A atual administração cuida bem das pessoas. Exemplo disso foi a entrega dos títulos definitivos dos lotes dos moradores do Residencial Che Roga mi que há 20 anos esperavam pelos documentos. Os cuidados na área social vão desde os investimentos no asilo até a preparação de jovens para o mercado de trabalho, através do programa Planejando o Futuro.

A melhoria das escolas municipais, o investimento no ensino de robótica, o aumento da jornada ampliada e as atividades esportivas evidenciam uma cidade que cresce em todas as áreas, atendendo o anseio e as demandas de todos os segmentos da população.

NOVOS RECURSOS

Hélio está preparando o município para receber novos investimentos municipais, através de financiamento a fundo perdido e realização de projetos infraestruturais como a avenida na antiga via férrea e o Boulevard da Fronteira.

O município tem gestão, tem planejamento e olha para o futuro. Não é por acaso que o prefeito de Ponta Porã vem sendo festejado nas rodas políticas como um dos melhores do Estado. Isso bom para toda a população, porque atrai credibilidade, emendas parlamentares e projetos que geram empregos e oportunidade de vida melhor para todos.

Gradativamente, Ponta Porã retoma o seu lugar de líder regional de Mato Grosso do Sul com projetos, estratégias e parcerias que nos ajudam a crescer.

       

Legenda: No primeiro ano, Hélio faz Ponta Porã voltar a crescer – Fotos: Lécio Aguilera

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book