Policia Civil apreende aeronave boliviana com carga de pasta base, cocaína e munição no MS

Léo Veras*

Agentes da Policia Civil alertados na manhã de segunda feira (18) de que uma aeronave tipo Cessna Centurion 02 com prefixo e bandeira boliviana, aterrissou na área rural a 90 kilometros da zona urbana da cidade de Porto Murtinho realizaram uma incursão onde encontraram e apreenderam uma carga de pasta base de cocaína, cocaína, munição, veiculo e um suspeito de fazer parte da organização criminosa terminou preso.

A aeronave, segundo informações, pousou em terras da fazenda “Pranchada” onde a mesma já tinha sido mexida, supostamente pelo administrador da fazenda “Bahia Grande” que utilizou um trator para esconder à aeronave em meio à mata existente entre as duas fazendas e seria o responsável de ter retirado a carga de droga e a munição do interior da aeronave e guardado em outro local da conhecida como a “rota do narcotráfico”, o mesmo foi preso por suposta participação no caso, onde durante a incursão ao local na manha de terça feira (19), os policiais encontraram 400 tabletes pesando aproximadamente um kilo cada uma de pasta base de cocaína, dez tablete também com aproximadamente um kilo cada uma de cocaína pura e 1032 munição de fuzil do calibre 5.56 com 48 carregadores além de um veiculo, dois aparelho celular e uma luneta com mira laser.

Já os tripulantes teriam sido resgatados por outra aeronave que poderia ter retirado parte da droga e armas do local, deixando uma parte da carga que foi apreendida na manha de terça feira pelos agentes da Policia Civil que em um trabalho conjunto com agentes da Policia Rodoviária Federal, coordenado pelo Delegado Rodrigo Zanotta, e pelo Delegado Regional em exercício, Antenor Camargo Leme, da Policia Civil do Mato Grosso do Sul, realizaram uma incursões na área onde os traficantes poderiam estar escondidos na região de mata existente nas proximidades de onde a aeronave realizou o pouso nas primeiras horas de terça feira e terminaram apreendendo a carga, causando um prejuízo milionário ao narcotráfico que atua na região.

Os responsáveis seriam parte de uma organização criminosa ligada ao narcotráfico bem organizada que estaria atuando nessa parte do país e seriam os proprietários da carga e da aeronave que foi apreendida e removida sobre um forte esquema de segurança a um local não informado no estado de Mato Grosso do Sul.

 

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book