Radialista é alvo de ameaças: 3 boletins de ocorrência em 4 meses

Radialista em Morrinhos, cidade do interior do Ceará, Ilton Santos tem sofrido com recorrentes ameaças. Filha do prefeito, que é do PSDB, chegou a invadir a emissora em que o comunicador trabalha

Desde o início de 2018, o radialista Ilton Santos, de Morrinhos (CE), lida com uma série de intimidações. Em um intervalo de quatro meses, ele registrou três boletins de ocorrência. Um por tentativa de sequestro e dois por ameaça. Santos é apresentador do ‘É de Lascar’. O programa é transmitido pela rádio comunitária Liberdade FM. O conteúdo? Trazer reivindicações da população e discutir temas relacionados à administração pública.

Em 24 de janeiro, o radialista sofreu uma tentativa de sequestro quando saía da rádio. Segundo seu relato, um homem armado o obrigou a entrar e conduzir seu carro. No meio do trajeto até o lixão da cidade, Ilton Santos jogou o carro em um cercado e conseguiu escapar durante a batida. Ele diz ter investigado o episódio por conta própria. E acusa: o mandante da tentativa de sequestro é um vereador de Morrinhos.

Cadê a polícia?

A Polícia Civil do Ceará informou que, após trabalhos preliminares, o caso está sendo investigado como tentativa de roubo. A corporação garantiu que “diligências estão em curso no sentido de identificar e prender os envolvidos no delito”. Ilton Santos reiterou ser um caso de sequestro. O comunicador ainda disse que irá na delegacia de Acaraú — onde foram registrados os BOs — prestar novos esclarecimentos.

Menos de dois meses depois, em 20 de março, após repercutir uma reclamação sobre lâmpadas queimadas em um dos distritos do município, o comunicador recebeu ameaças em mensagens de texto e áudio. Ele afirma serem de autoria do mesmo vereador que teria ordenado seu sequestro semanas antes.

Em 13 de abril, Ilton Santos noticiava os problemas enfrentados pela população da cidade por causa de uma enchente no município quando a secretária de ação governamental Aimee Peixoto Bruno entrou no estúdio acompanhada de um homem. A secretária, filha do prefeito de Morrinhos, Carlos Bruno (PSDB), acusou o apresentador de estar mentindo e exigiu que os equipamentos da rádio fossem desligados. Após a recusa do radialista, ela deixou o prédio da emissora. No mesmo dia, Santos recebeu mensagens dizendo para “tomar cuidado com sua vida”.

O comunicador registrou boletins de ocorrência para ambas as ameaças. A Polícia Civil cearense afirma que as investigações dos casos não foram adiante porque o radialista “não ofereceu representação para a abertura de procedimento policial”.

Ameaças anteriores

Não é a primeira vez de Ilton Santos em casos do tipo. Meses antes, em outubro de 2017, vereadores de Morrinhos protocolaram requerimento solicitando acesso a todas as gravações do ‘É de Lascar’ feitas ao longo do ano. Os parlamentares requereram informações sobre as regras de disponibilização da grade da rádio e sobre o vínculo do radialista com a Liberdade FM. A solicitação foi aprovada na Câmara, mas após repercussão negativa e notas de repúdio de associações e sindicatos da região, o pedido foi arquivado.

Para o radialista, todas as intimidações estão relacionadas ao exercício da sua atividade jornalística. Seu programa, no ar desde dezembro de 2016, dá voz a críticas da população local à administração municipal com frequência.

Por Rafael Oliveira.

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book