Sindicato Rural participa na UEMS do 2º Ciclo de debates “Desenvolvimento no MS”

A geração de emprego e renda no agronegócio e industria no Mato Grosso do Sul foi tema de debate na UEMS

Lile Corrêa*

Professores e alunos do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Sistemas Produtivos (PPGDRS), da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), unidade de Ponta Porã, estão promovendo o 2º Ciclo de Debates sobre Desenvolvimento Regional de MS, de 2 a 30 de maio de 2017.

Os Debates estão acontecendo às terças-feiras, das 14h às 17h, na Sala de aula do Mestrado, da UEMS em Ponta Porã. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na hora e no local do evento.

As palestras estão sendo ministradas pelos acadêmicos da turma de 2016 do Mestrado, além de especialistas convidados. A iniciativa é orientada pelo professor Dr. Fabrício Antonio Deffacci.

Os temas são voltados para acadêmicos de graduação, pós-graduação e profissionais que atuam ou pretendem atuar na área de Desenvolvimento Regional.

Na tarde de terça-feira (23/5) na UEMS – Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, o 2º Ciclo de debates: “Desenvolvimento no MS” teve a participação do Sindicato Rural de Ponta Porã.

O presidente do Sindicato Rural de Ponta Porã,  advogado e pecuarista André Cardinal Quintino participou do Ciclo de Debates a convite dos mestrandos Rafael Gonçalves Moreno e Romildo Camargo Martins. O ciclo de debates é conteúdo da Disciplina: Modernização, instituições políticas e desenvolvimento tendo como Professor Dr. Fabrizio Deffacci.

André Cardinal interagiu com os alunos e professores falando sobre o Sistema Famasul que é composto por quatro entidades: Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul, Senar MS  – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, FUNAR – Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural, Aprosoja MS – Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul.

“O Sindicato Rural é a base de todo sistema, no MS somos 69 sindicatos, 19.058 produtores rurais e 40.799 propriedades rurais, sendo que o Sindicato Rural de Ponta Porã é o Sindicato Rural que tem a carta sindical mais antiga do Estado”, mencionou André Cardinal.

Cardinal lembrou da parceria com o Senar MS que tem trabalhado “para aperfeiçoar o desempenho dos trabalhadores rurais, profissionalizando-os e incentivando-os à busca da qualidade total dos bens e serviços, com reflexos positivos em suas condições de vida”.

O Senar e o Sindicato Rural já realizaram 201 cursos sendo 148 de Formação Profissional, 29 de Promoção Social e 24 de Programas Especiais, além de 6 programas de Assistência Técnica e Gerencial sendo: ATEG Hortifruti, ATEG Mais Leite, ATEG Piscicultura, ATEG Mais Inovação (Bovinocultura de Corte), ATEG ABC Cerrado e ATEG Soja Plus. Também foi lembrado dos programas de Responsabilidade Social, sendo Programa da Saúde do Homem e da Mulher (ônibus com atendimento gratuito), Projeto Pingo D’ Agua (tratamento odontológico gratuito), Programa Passo a Passo (Ecotrapia), Programa Agrinho, Jovem Aprendiz (aprendizagem e manutenção de tratores, aprendizagem em administração rural), Inclusão digital.

André Cardinal salientou que “O Sindicato Rural nos últimos dois anos fez em média um curso por semana, formando cerca de mil pessoas, já no primeiro semestre de 2017 serão realizados cerca de 50 cursos, estamos trabalhando para aumentar significativamente o número de cursos ofertados, o trabalho principal é a mobilização”.

Cardinal lembrou da Vitrini do Hortifruti o projeto “Vitrine Hortifrúti” desenvolvido pela estudante de Agronomia, Malena de Jesus Oliveira May e pela técnica em agronegócio, Atailize da Costa Mann, ganhadora do 1° Lugar no Prêmio Profissionais de Valor do Pro-Fissa e conta com o apoio do Sindicato Rural de Ponta Porã em parceria com o Senar-MS e a empresa Produfertil “projeto piloto com a construção deduas estufas de produção de tomate grape que já esta sendo comercializado”.

Cardinal destacou o Programa Agrinho que esta sendo executado no município a dois anos, atualmente estão sendo atendidas 31 escolas estaduais e Municipais, atingindo cerca de 17 mil alunos, de 1º a 9º ano, gosto muito desse programa que trabalha na formação das nossas crianças”, pontuou André Cardinal.

O mestrando Romildo Camargo Martins mencionou ao jornalismo da Rádio Líder FM 104,9 que “nos temos uma sequencia de debates que esta discutindo o desenvolvimento de Ponta Porã e dos demais municípios, a participação do André Cardinal foi muito importante ao mostrar o trabalho que o Sindicato Rural desenvolve focado nesse desenvolvimento regional, além de mostrar a geração de emprego e renda no agronegócio”.

Legenda: A geração de emprego e renda no agronegócio e industria no Mato Grosso do Sul foi tema de debate na UEMS – Foto: Lile Corrêa

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book