SIP: Imprensa em risco na América Latina

Jornalista Ueliton Bayer Brizon, proprietário do site Jornal de Rondônia, e o radialista Jefferson Pureza da “A Voz do Povo”.

A Sociedade Interamericana de Imprensa registrou a morte, no exercício da profissão, do radialista Jefferson Pureza Lopes, da rádio Beira Rio em Goiás e Ueliton Bayer Brizon, em Rondônia. Segundo a SIP, aumentaram também os casos de repressões, ameaças e agressões físicas. A Sociedade Interamericana de Imprensa alerta ainda que os donos de jornais e de outros meios de comunicação também são vítimas de intimidações e acusações.

Na lista dos jornalistas mortos no exercício da profissão estão: os dois brasileiros, os três equatorianos, quatro mexicanos, dois gualtematecos, um em Honduras assim como em El Sal Salvador e na Colômbia.

Fonte: Portal Imprensa

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book