Clube de Imprensa

07 de Abril – Dia do Corretor, Dia do Jornalista e Dia Mundial da Saúde

O Dia do Corretor é celebrado no Brasil em 7 de abril.

Esta data homenageia o profissional que se dedica em ajudar as pessoas durante os processos de aquisições e negociações de determinados bens e serviços.

Existem diversos tipos diferentes de corretores – corretor de imóveis, corretor de seguros, corretor de valores, corretores de frete, corretores de mercadorias, entre outros.

Os corretores de valores, por exemplo, se dedicam a investigar as melhores opções de compra na Bolsa de Valores e, posteriormente, vender as ações por valores mais elevados. Trabalham principalmente aconselhando investidores.

Não importa o tipo de “corretagem”, o essencial é que este profissional esteja sempre ciente de todas as informações existentes no campo da economia em que atua.

O Dia do Jornalista é comemorado anualmente em 7 de Abril.

A data homenageia o trabalho dos profissionais da mídia, responsáveis por apurar fatos e levar as informações sobre os acontecimentos locais, regionais, nacionais e internacionais para as pessoas, de maneira imparcial e ética. Seja na rádio, na televisão ou nos jornais impressos, o jornalista deve sempre trabalhar tendo como base a imparcialidade e fontes de informação confiáveis.

Origem do Dia do Jornalista

O Dia do Jornalista foi criado pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) como uma homenagem a Giovanni Battista Libero Badaró, importante personalidade na luta pelo fim da monarquia portuguesa e Independência do Brasil.

Foi só em 1931, cem anos depois do acontecimento, que surgiu a homenagem e o dia 7 de abril passou a ser Dia do Jornalista.

Foi também no dia 7 de Abril que a Associação Brasileira de Imprensa foi fundada, em 1908, com o objetivo de assegurar aos jornalistas todos os seus direitos.

Dia Mundial da Saúde é celebrado em 7 de abril. Em 2022, o tema é “Nosso planeta, nossa saúde”.

O principal objetivo desta data é conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da saúde para melhorar a qualidade de vida.

Em 2021, o tema escolhido foi “Construindo um mundo mais justo e saudável”.

Em anos anteriores, outros temas foram:

“Saúde para todos”, em 2018, cujo tema resume o objetivo da OMS ao longo dos seus 70 anos de existência.

“Vamos conversar”, em 2017, que trouxe o tema da depressão. O objetivo era conscientizar as pessoas sobre a necessidade de prevenção dessa doença, uma vez que ela pode trazer diversas consequências graves.

Todos os assuntos debatidos durante o Dia Mundial da Saúde são prolongados ao longo de todo o ano, através da promoção palestras e atividades instrutivas e educacionais.

No Brasil, as condições de saúde também são discutidas em outras datas: Dia Nacional da Saúde (5 de agosto) e Dia da Saúde e Nutrição (31 de março).

Origem do Dia Mundial da Saúde

O Dia Mundial da Saúde foi criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 1948, mas a data é comemorada oficialmente em 7 de abril desde 1950.

A iniciativa surgiu da preocupação em manter o bom estado de saúde das pessoas e da necessidade de alertar sobre os principais problemas que podem atingir a população mundial.

A OMS define a saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.

O Dia do Médico Legista é comemorado anualmente em 7 de abril.

Esta data homenageia uma das áreas mais importantes dentro da medicina: a medicina legal, ou seja, a atividade exercida pelos médicos legistas.

Estes profissionais são responsáveis em realizar a necrópsia em corpos humanos, com o objetivo de analisar a estrutura orgânica do corpo, na tentativa de encontrar e explicar o motivo que teria levado aquela pessoa a morrer.

Os médicos legistas atuam quando as circunstâncias da morte não são naturais, ou seja, um assassinato, acidente ou suicídio.

Para estar apto a ser um médico legista, os interessados deverão concluir o curso de ensino superior em Medicina, sendo também possuir conhecimentos básicos de direito, biologia, química, balística.

Origem do Dia do Médico Legista

O Dia do Médico Legista surgiu no ano de 1886, com a aprovação da lei nº 18, que oficializa a perícia médico-legal no Brasil, sob assinatura do conselheiro João Alfredo Corrêa de Oliveira, então presidente da Província de São Paulo.

Origem
Nascido em 30 de abril de 1651, na França. Deus quis que La Salle fosse o primogênito de uma nobre família de 10 filhos. Recebeu como testemunho dos pais uma formação cristã desde cedo. Ficou órfão muito cedo, fazendo com que ele ficasse responsável por seus irmãos, porém, isso em nada impediria sua sólida formação, em vista do sacerdócio. Atuou como cônego da Catedral de Reims, cidade natal, com apenas 15 anos de idade e, em 1678, foi ordenado.

Chamado à educação
Desde pequeno, a vocação à educação era formada em seu interior. Pouco tempo após a sua ordenação e a obtenção do título de doutor em teologia, passa a compor a direção da mesma universidade onde foi estudante, mas é no encontro com Adriano Nyel, um leigo que tinha o desejo de iniciar uma instituição para a educação dos jovens, La Salle assume conjuntamente essa missão pela educação dos jovens.

Início da congregação
Depois de um tempo trabalhando na educação dos jovens, percebe que o ensino oferecido pelos professores não é suficiente, por conta de um certo despreparo e falta de qualificação. Decide então chamar os professores e ir morar com eles, a fim de garantir uma melhor formação em todas áreas. Posteriormente, funda a Congregação dos Irmãos das Escolas Cristãs, que encontra inicialmente forte oposição por parte do clero da época, que não aceitava a formação de um novo modo de vida religiosa.

São João Batista de La Salle fundador da Congregação dos Irmãos das Escolas Cristãs

A “Congregação do Santo” no Brasil
A presença Lassalista, como também são conhecidos no Brasil, iniciou em 1907. As unidades educativas e de assistência social em que os Irmãos atuam estão presentes em nove estados brasileiros e no Distrito Federal, atendendo a mais de 47 mil alunos com o trabalho de mais de 5 mil educadores.

Morte e canonização
É na Sexta-feira Santa de 1719, dia 7 de abril, que São João Batista La Salle faleceu em Ruã, sendo sepultado na Igreja de São Severo. Em 1900 é proclamado santo pelo Papa Leão XIII. E em 1950 é proclamado patrono universal dos educadores pelo Papa Pio XII.

Minha oração
“Senhor Jesus, São João Batista de La Salle ousou seguir a inspiração que recebeu de Deus, iniciando uma nova congregação religiosa. Que cada pessoa que vier a  ler este post obedeça a direção que o Senhor dá em seu coração. Amém.”

  • Beata Maria Assunta Pallotta, virgem das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria, na China († 1905)
  • Santo Hegesipo, que viveu em Roma no tempo dos papas Aniceto e Eleutério e escreveu em linguagem simples a história da Igreja, desde a Paixão do Senhor até ao seu tempo. († c. 180)
  • São Pelúsio, presbítero e mártir, na Alexandria, no Egipto († d. inc.)
  • Santos mártires Teodoro, bispo, Ireneu, diácono, Serapião e Amónio, leitores, na Líbia († s. IV)
  • São Caliópio, mártir, na atual Turquia († s. IV)
  • Duzentos santos mártires, soldados, na atual Turquia († s. IV)
  • São Jorge, bispo, que, no tempo do imperador Leão o Arménio, suportou muitos tormentos por defender o culto das sagradas imagens, na Grécia († 816)
  • Santo Aiberto, presbítero e monge, que todos os dias recitava na solidão, de joelhos ou prostrado em terra, todo o Saltério, e aos penitentes que a ele acorriam administrava a divina misericórdia, na França († 1140)
  • Santo Hermano José, presbítero, que resplandeceu pelo seu terno amor para com a Virgem Maria e celebrou com hinos e cânticos a devoção ao divino Coração de Jesus, na Alemanha († 1241/1252)
  • Santo Henrique Walpole, da Companhia de Jesus, e o Beato Alexandre Rawlins, presbíteros e mártires, que, no reinado de Isabel I, foram presos e cruelmente atormentados por causa do seu sacerdócio na Inglaterra († 1595)
  • Beatos mártires Eduardo Oldcorne, presbítero, e Rodolfo Asley, religioso, ambos da Companhia de Jesus, na Inglaterra († 1606)
  • São Pedro Nguyen Van Luu, presbítero e mártir, que, no tempo do imperador Tu Duc, foi condenado à pena capital e morreu com alegria no patíbulo, no Vietnam († 1861)

Fontes:

  • vaticannews.va
  • Martirológio Romano
  • irmaosdelasalle.org
  • arquisp.org.br
  • diocesedeblumenau.org.br
  • Imagem: LaSalle.org

– Pesquisa: Renato Wenceslau – Comunidade Canção Nova
– Produção e edição: Fernando Fantini – Comunidade Canção Nova