Clube de Imprensa

13 de Fevereiro – Dia Mundial da Rádio, Dia do Serviço de Assistência Religiosa do Exército

Matheus Corrêa e Lile Corrêa apresentam o Show de Prêmios – programa incluso no Guinness book 1996 e 1997 – de segunda a sexta-feira das 11h as 12h na Educadora FM de Ponta Porã www.educadorafmms.com.br

Dia Mundial do Rádio é comemorado anualmente em 13 de Fevereiro.

A data tem o objetivo de conscientizar os grandes grupos radiofônicos e as rádios comunitárias da importância do acesso à informação, da liberdade de gênero e expressão dentro deste setor da comunicação.

Entre os meios de comunicação tecnológicos que existem na atualidade, o rádio continua a ser o que atinge as maiores audiências, continuando a adaptar-se às novas tecnologias e aos novos equipamentos. O rádio funciona seja como uma ferramenta de apoio ao debate e comunicação, na promoção cultural ou em casos de emergência social.

A rádio esteve presente acompanhando os principais acontecimentos históricos mundiais e hoje continua a ser um meio de comunicação fundamental.

Dia Mundial do Rádio é comemorado em 13 de Fevereiro em homenagem à primeira emissão de um programa da United Nations Radio (Rádio das Nações Unidas), em 1946. A transmissão do programa foi em simultâneo para um grupo de seis países.

A data foi criada e oficializada em 2011, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). O primeiro Dia Mundial do Rádio foi celebrado apenas em 2012.

No dia 13 de fevereiro, o Exército Brasileiro comemora o dia do Serviço de Assistência Religiosa (SAREx), data natalícia do Capitão Capelão Antônio Álvares da Silva – Frei Orlando, escolhido como seu patrono, em 26 de fevereiro de 1946, por meio do Decreto nº 20.680.

Frei Orlando nasceu no município de Morada Nova de Minas (MG), em 1913, e foi voluntário para integrar a Força Expedicionária Brasileira (FEB), para defender a honra do Brasil nos campos de batalha da Itália. Religioso exemplar, granjeou respeito, deixando marcas de virtudes espirituais e morais que jamais poderão ser olvidadas.

dia_camisinha.jpg

Criado nos Estados Unidos, em 2008, o Dia Internacional do Preservativo é uma iniciativa da AIDS Health Care Foundation, comemorado em 13 de fevereiro, véspera do Valentine’s Day, Dia dos Namorados em vários países.

A importância do uso do preservativo nas relações sexuais e do acesso gratuito à população já não é novidade no Brasil. O Ministério da Saúde já distribui as camisinhas masculinas e femininas para todo o país e realiza ações que reforçam os efeitos positivos de seu uso na prevenção ao HIV e outras IST.

No Brasil, somente em 2020,  foram distribuídos 354,7 milhões de preservativos masculinos e 15,8 milhões de camisinhas femininas para todo o país.

O Dia Internacional de Combate à Epilepsia, celebrado anualmente no começo da segunda semana de fevereiro, destaca a importância da conscientização sobre a condição. Na data, a Organização Mundial da Saúde, OMS, explica que a doença crônica não transmissível do cérebro afeta cerca de 50 milhões de pessoas em todo o mundo.

A condição caracteriza-se por convulsões recorrentes, que são breves episódios de movimentos involuntários que podem ser parciais ou generalizados. Os pacientes podem ter perda de consciência e de controle da função intestinal ou da bexiga.

São Martiniano, intercessor pela vivência da castidade

Origem e fama
Nasceu no século IV, em Cesareia (Palestina). Aos 18 anos, ingressou no eremitério, e logo alcançou a fama de santidade. Era procurado por seu dom de dirigir e aconselhar as almas, curar os doentes e libertar as pessoas do demônio.

Testemunho e conversão
Quando sua fama de santidade espalhou-se, uma jovem milionária chamada Cloé fez uma aposta com os amigos a fim de tirar o monge de sua vida casta. Ela vestiu-se de farrapos e pediu abrigo ao monge, que a recolheu e levou-a para os fundos do mosteiro. Ali, ela começou a incitá-lo, porém não teve sucesso. Na manhã seguinte, apareceu a ele novamente, dessa vez com roupas muitos sensuais, provocando-o sexualmente. Não se sabe se Martiniano cedeu à tentação ou resistiu a ela. Na literatura, há controvérsias nessa informação, o que se sabe é que a jovem, que até então foi mal intencionada, após esse fato converteu-se ao cristianismo. Depois disso, Cloé tornou-se freira no convento de Santa Paula em Belém.

Fragilidades e firmeza da decisão
Após os fatos por parte de Cloé, São Martiniano percebeu suas fragilidades e decidiu morar em uma ilha. Até que, em outra ocasião, houve um naufrágio naquela região e a única pessoa que conseguira salvar-se foi a jovem Fotinia. Ela o encontrou na ilha e pediu ajuda; e mesmo tendo ajudado a moça, São Martinho decidiu fugir daquela ilha a nado. Tinha em vista suas fragilidades e preferiu arriscar-se no mar, nadando quilômetros até a outra encosta. Depois desse fato, decidiu tornar-se andarilho para não correr o risco de precisar abrigar alguma pessoa e ser novamente tentado.

Minha oração
“Meu Senhor, ensina-me a reconhecer as minhas fraquezas e, ao mesmo tempo, lidar com elas. Dai-me a sabedoria de fugir das ocasiões de pecado e escapar das investidas do demônio. A exemplo e intercessão de São Martiniano, eu te peço essa graça”.

São Martiniano, rogai por nós!


Outros santos e santas celebrados em 13 de fevereiro:

  • São Castor de Aquitânia, presbítero e eremita em Karden atualmente Alemanha [+ séc IV]
  • São Benigno, presbítero e mártir na região da Itália [+ séc IV]
  • Santo Estêvão, Bispo em Lião na Gália [+ 515]
  • Santo Estêvão, abade em Riéti, região da Itália [+ 874]

Fontes:

  • Martirológio Romano
  • santodelgiorno.it

Pesquisa e Redação: Rafael Vitto – Comunidade Canção Nova
Produção: Fernando Fantini – Comunidade Canção Nova

Pular para o conteúdo