Clube de Imprensa

19 de maio – Dia de Pentecostes, Dia do Físico, Dia Mundial do Médico de Família e Dia de Santa Maria Bernarda

Dia Nacional de Combate à Cefaleia é comemorado em 19 de maio, sendo uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBCE). A data tem o intuito de chamar a atenção da população para os diferentes tipos de dores de cabeça. Estima-se que a enxaqueca afeta 15% da população mundial em algum momento da vida e outros 2% sofrem com enxaqueca crônica, uma doença incapacitante, que pode interferir na qualidade de vida do indivíduo. No Brasil, mais de 30 milhões de pessoas sofrem com essa enfermidade.
Pentecostes é uma celebração muito importante do calendário cristão. A data comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo.

Espírito Santo é a terceira pessoa da Santíssima Trindade, um conceito da Bíblia que diz que há três pessoas (Pai, Filho e Espírito Santo) em um só Deus.

O Dia de Pentecostes, é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa, dia da ressurreição de Jesus. Esse dia também coincide com o décimo dia depois da Ascensão, celebração religiosa que comemora o dia em que Jesus foi levado para o céu pelos anjos.

Significado de Pentecostes

O termo Pentecostes é de origem grega e significa “quinquagésimo”, de cinquenta.

Cinquenta são os dias que contamos a partir da Páscoa até a festa de Pentecostes. O Tempo Pascal, ou Festa Pascal, começa no domingo da Páscoa e termina no dia de Pentecostes.

Festa de Pentecostes

No Pentecostes, os cristãos comemoram o dia em que os apóstolos receberam o Espírito Santo, um dom que permitiu que eles começassem a divulgar os ensinamentos divinos, a fim de converter as pessoas.

Por isso, o dia de Pentecostes comemora o início da expansão da igreja.

Dia de Pentecostes na Bíblia

Conforme o Novo Testamento da Bíblia, que conta a história a partir do nascimento de Jesus, o Pentecostes é o dia da vinda do Espírito Santo.

O Dia de Pentecostes, tal como é comemorado atualmente pelos cristãos, está descrito no livro de Atos dos Apóstolos, no capítulo 2.

“Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos num só lugar.

De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados.

E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles.

Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava.” (Atos dos Apóstolos 2, 1-4)

Pentecostes: Descida do Espírito Santo em forma de línguas de fogo

Mas, Jesus trouxe um novo significado para o Pentecostes, porque antes de ele ter morrido e ressuscitado, o Pentecostes já era comemorado pelos judeus.

No Antigo Testamento da Bíblia, que conta a história antes do nascimento de Jesus, o Pentecostes era celebrado tradicionalmente pelo povo hebraico como Shavuoth, que significa “semanas”.

Nessa época, o significado desta celebração era agradecer a Deus pela colheita e, também, lembrar do dia em que Moisés recebeu as Tábuas com as Leis Sagradas (Torah).

“No dia da festa da colheita dos primeiros frutos, a festa das semanas, quando apresentarem ao Senhor uma oferta do cereal novo, convoquem uma santa assembleia e não façam trabalho algum.” (Números 28,26)

Dia do Físico é celebrado anualmente em 19 de maio.

Esta data é uma homenagem aos profissionais que se dedicam a estudar a ciência que rege todas as ações, processos e consequências do universo: a física!

Graça aos estudos e pesquisas dos físicos, as civilizações vivem hoje com uma série de coisas que revolucionaram completamente o mundo, como a eletricidade, os motores, as geladeiras, celulares, aviões, computadores, câmeras e etc.

No Brasil, o 19 de maio passou a ser comemorado como Dia do Físico a partir de 2005, quando a ONU (Organização das Nações Unidas) decretou aquele o Ano Internacional da Física, em homenagem ao centenário do “Ano Miraculoso de Einstein”.

Em 1905, Albert Einstein, um dos mais importantes físicos da história, publicou seus artigos referentes à Teoria da Relatividade, estudo que revolucionaria para sempre a Física.

Algumas pessoas consideram que a escolha do dia 19 de maio (19/05) seja uma referência ao ano 1905.

Dia do Estudante de Direito é comemorado anualmente em 19 de maio, no Brasil.

A data homenageia o esforço e a dedicação daqueles que se preparam para exercer profissões relacionadas com a defesa da justiça, sejam advogados, juízes, desembargadores e etc.

No Brasil, a busca pelo conhecimento, através do estudo, já é homenageada no dia 11 de agosto, quando se comemora o Dia Nacional do Estudante e o Dia do Advogado.

O Dia do Estudante de Direito é celebrado em 19 de maio em homenagem à figura de Santo Ivo, considerado pela Igreja Católica o “padroeiro dos advogados” ou “advogado dos pobres”.

Dia do Estudante de Direito é comemorado anualmente em 19 de maio, no Brasil.

A data homenageia o esforço e a dedicação daqueles que se preparam para exercer profissões relacionadas com a defesa da justiça, sejam advogados, juízes, desembargadores e etc.

No Brasil, a busca pelo conhecimento, através do estudo, já é homenageada no dia 11 de agosto, quando se comemora o Dia Nacional do Estudante e o Dia do Advogado.

O Dia do Estudante de Direito é celebrado em 19 de maio em homenagem à figura de Santo Ivo, considerado pela Igreja Católica o “padroeiro dos advogados” ou “advogado dos pobres”.

Oração ao Estudante de Direito

?”Glorioso Santo Ivo, lírio da pureza, apóstolo da caridade e defensor intrépido da justiça, vós que, vendo nas leis humanas um reflexo da lei eterna, soubestes conjugar maravilhosamente os postulados, a justiça e o imperativo do amor cristão, assisti, iluminai, fortalecei a classe jurídica, os nossos juízes e advogados, os cultores e intérpretes do Direito, para que nos seus ensinamentos e decisões, jamais se afastem da eqüidade e da retidão. Amem eles a justiça, para que consolidem a paz; exerçam a caridade, para que reine a concórdia; defendam e amparem os fracos e desprotegidos, para que, propostos todos interesses subalternos e toda afeição de pessoas, façam triunfar a sabedoria da lei sobre as forças a injustiça e do mal. Olhai também para nós, glorioso Santo Ivo, que desejamos copiar os vossos exemplos e imitar as vossas virtudes. Exercei junto ao trono de Deus vossa missão de advogado e protetor nosso, a fim de que nossas preces sejam favoravelmente despachadas e sintamos os efeitos do vosso poderoso Patrocínio. Amém!”

Dia do Defensor Público é comemorado anualmente em 19 de maio.

Esta data homenageia a todos os profissionais do Direito que se dedicam a proporcionar o direito fundamental dos cidadãos à justiça.

Os defensores públicos garantem a defesa das pessoas que não têm dinheiro para pagar os serviços de um advogado particular, por exemplo.

Origem do Dia do Defensor Público

Oficialmente, o Dia do Defensor Público foi instituído como o Dia Nacional da Defensoria Pública a partir do decreto de lei nº 10.448, de 9 de maio de 2002. No entanto, as comemorações do Dia do Defensor Público são feitas desde 1983.

A escolha desta data é uma homenagem ao falecimento do Santo Ivo (Ivo Hélory de Kermartín), em 19 de maio de 1303, na França. Doutor em teologia, direito, letras e filosofia, Santo Ivo é considerado o patrono dos advogados e conhecido como o defensor dos pobres, órfãos e viúvas.

De acordo com os relatos históricos, durante a sua vida, Santo Ivo atuou como defensor dos menos afortunados contra as pessoas mais poderosas.

Dia de São Crispim é celebrado em 19 de maio.

Esta data homenageia o primeiro santo canonizado pelo Papa João Paulo II: São Crispim de Viterbo, natural da Itália, que nasceu numa humilde família em 1668.

Crispim de Viterbo começou a sua vida santa como noviço dos Capuchinhos de Palanzana e, logo após, se juntou ao Convento de Tolfa.

O jovem Crispim se destacou pela sua personalidade marcante, caracterizada por demonstrar um grande amor, respeito e generosidade. A caridade e atenção de Crispim sempre foi especialmente voltada para os mais pobres, humildes, os pecadores, os encarcerados e as crianças abandonadas.

São Crispim viveu a pobreza de perto, pedindo esmola durante 40 de sua vida, mas não apenas para o seu próprio sustento, mas principalmente da comunidade mais carente de sua cidade e arredores.

Oração a São Crispim

“Senhor, que adornastes São Crispim com o dom da alegria no caminho do Vosso seguimento que o conduziu à mais elevada perfeição evangélica, concedei-nos que, por sua intercessão e a seu exemplo, pratiquemos constantemente a verdadeira virtude, à qual está prometida a paz da bem-aventurança celeste. Por nosso Senhor.”

17052024 ebserh dia doação leite humano.jpg

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) recomendam o aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida do bebê. Isso porque esse alimento é rico em nutrientes e anticorpos que ajudam a proteger o recém-nascido contra infecções e doenças, fortalecendo seu sistema imunológico.

No Brasil, a Lei nº 13.227/2015 instituiu o Dia Nacional de Doação de Leite Humano, comemorado na próxima segunda-feira (19), para divulgar os 225 bancos de leite e 217 postos de coleta que fazem parte da Rede de Bancos de Leite Humano (rBLH) do Ministério da Saúde, estimular a doação e promover debates sobre a importância desse gesto solidário. Um pote de leite humano pode alimentar até 10 recém-nascidos prematuros ou que estão passando por dificuldades de saúde.

Diversos hospitais universitários da rede Ebserh fazem parte da rBLH e participam da coleta, processamento e distribuição a bebês prematuros e de baixo peso. O serviço auxilia mulheres que não conseguem amamentar os seus filhos por várias razões: problemas de saúde, uso de certos medicamentos, baixa produção de leite, dificuldades físicas e fatores culturais.

O Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal acontece no dia 19 de maio de cada ano e reúne pessoas de todo o mundo na luta contra a doença de Crohn e a colite ulcerativa, conhecidas como doenças inflamatórias intestinais.

Liderada por organizações de pacientes que representam mais de 50 países em cinco continentes e coordenada pela European Federation of Crohn’s and Ulcerative Colitis Associations (EFCCA), a campanha, criada em 2010, tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para promover a conscientização e a melhoria na qualidade de vida dos pacientes, bem como encorajar governos e profissionais de saúde a agir e mostrar apoio às dez milhões de pessoas em todo o mundo que vivem com Doença Inflamatória Intestinal.

A Doença Inflamatória Intestinal (DII) é um conjunto de sinais e sintomas que se manifestam, predominantemente, no cólon (parte do intestino cuja função é extrair água e sais minerais dos alimentos digeridos e as vitaminas K, B1 (tiamina) e B2 (riboflavina), que são produzidas pelas mais de 700 espécies de bactérias que vivem nele, a chamada flora intestinal).

O Dia Mundial da Médica e do Médico de Família e Comunidade – 19 de maio – foi criado pela WONCA (World Organization of Family Doctors) em 2010 e tornou-se uma data para destacar o papel e a contribuição desses profissionais e das equipes de atenção primária nos sistemas de saúde em todo o mundo.

Esta é a oportunidade perfeita para celebrarmos aquelas e aqueles que prestam cuidados de saúde pessoais, abrangentes e contínuos para toda a população. É também uma chance de celebrar o progresso feito na Medicina de Família e Comunidade e as contribuições especiais das equipes de cuidados primários em todo o mundo.

Santa Maria Bernarda, missionária caridosa na América do Sul

Origens
Maria Bernarda (Verena Bütler – nome de nascimento) nasceu no dia 28 de maio de 1848, em Auw, Suíça. Ela é a primeira santa deste país. Foi a 4ª filha de Henrique e Catarina Bütler. Era da Terceira Ordem Regular e fundou a Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora.

Infância e juventude
Maria Bernarda foi batizada no mesmo dia em que nasceu. Aos 7 anos, começou a frequentar a escola. Ela recebeu a sua Primeira Comunhão em 16 de Abril de 1860, com quase 12 anos. Em sua juventude, apaixonou-se por um moço trabalhador, porém, ao perceber o chamado de Deus, rompeu com esse compromisso. Sendo assim, aos 19 anos, ingressou no Convento de Maria Auxiliadora em Altstätten, consagrando-se na vida contemplativa.

Chamado missionário
Anos após a sua consagração, ela recebeu uma carta de Dom Pietro Schumacher, Bispo de Portoviejo, Equador, no qual se tratava da condição precária de sua gente. Com um desejo missionário e aberta às demandas da Igreja, foi com o coração aberto na companhia de outras irmãs. Desse modo, trabalhou anunciando o Evangelho.

Fundação da congregação
Com a missão de anunciar o Evangelho, fundou a Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora. Os primeiros anos de missão foram intensos. Baseavam-se nas obras de misericórdia para sua missionariedade. Logo, os frutos de sua entrega foram surgindo. Contudo, as irmãs não estiveram livres de sofrimentos. Suas dificuldades incluíam pobreza, o clima abafado e riscos à saúde.

Fuga do Equador e outras congregações
Em 1895, violentas perseguições à Igreja ocorreram, motivo esse que fizeram as irmãs fugirem do país. Desse modo, foram para Cartagena, Colômbia. Lá, foram acolhidas por Dom Eugênio Biffi. Durante 36 anos, fora de sua terra natal, sua missão não se limitou apenas ao Equador e à Colômbia, mas outras irmãs foram enviadas para congregações iniciadas na Europa e também no Brasil (1911).

Fama de santidade
Maria Bernarda faleceu em 19 de maio de 1924, em Cartagena, Colômbia, com 56 anos de vida consagrada e 38 anos de vida missionária. Sua fama de santa já havia se espalhado desde o Equador e foi reforçada nas falas do pároco local: “Esta manhã, em nossa cidade, faleceu uma santa: a reverenda Madre Bernarda”.

Oração

Santa Maria Bernarda,
que estais tão perto de Deus,
sede nossa protetora na terra
e nossa intercessora no Céu.

Alcançai-nos a graça da saúde,
da paz e da concórdia.

Que em nossa família nunca falte
a união, o amor, o trabalho digno
e o alimento necessário.
Amém.

Minha oração
“Ó Deus, que, pelo exemplo de Santa Maria Bernarda, missionária caridosa e anunciadora do Evangelho, possamos ser inflamados pelo desejo ardente de nos dispormos a levar a Boa nova do Evangelho a todos e praticar com devoção as obras de misericórdia para com os necessitados, de modo que as almas sejam tocadas por Ti e se inspirem da mesma forma. Amém.”

Santa Maria Bernarda, rogai por nós!


Outros santos do dia 19 de maio:

1. São Pedro Celestino V, papa. Conhecido por convocar o “Jubileu do Perdão”.

2. Santo Urbano I, papa. Defendia os direitos da comunidade cristã.

3. Santos Partênio e Colágero, mártires.

4. Santo Ivo, sacerdote. Conhecido com “advogado dos pobres”.

5. São Crispim de Viterbo, religioso capuchinho. 1° santo canonizado por São João Paulo II.


Fontes

  • franciscanos.org.br
  • coisasdesantos.blogspot.com
  • franciscanasmma.com.br
  • vaticannews.va

– Pesquisa: Dilce Rafaela Rocha da Silva – filha de membros da Comunidade Canção Nova

– Produção e edição: Fernando Fantini – Comunidade Canção Nova