Clube de Imprensa

24 de Junho – Dia da Polícia Militar, Dia do Disco Voador e Dia de São João

O dia do policial militar é comemorado no dia 24 de junho.

A data celebra o serviço dos profissionais que arriscam as suas vidas diariamente para cumprir a importante missão de proteger as pessoas, dar cumprimento às leis, combater o crime e preservar a ordem pública.

24 de junho recorda a morte de um militar enquanto reivindicava melhores condições de trabalho.

É assim desde 2017, quando a Lei Nº 13.449, de 16 de junho de 2017 alterou a data comemorativa, até então celebrada no dia 21 de abril.

Por que a data da comemoração foi alterada?

A celebração em 21 de abril (Dia de Tiradentes), prestava homenagem à heroica figura de Tiradentes, que prestou serviços de segurança pública à pátria.

Essa data é incontestável, motivo pelo qual é feriado nacional. Tiradentes é um herói nacional e Patrono da Nação Brasileira.

Em 1997, no entanto, um acontecimento no estado de Minas Gerais fez surgir a necessidade de homenagear um valente cabo, que foi morto ao ser atingido por uma bala perdida enquanto protestava por melhores condições de trabalho.

Valério dos Santos Oliveira tinha 36 anos, era pai de 2 filhos – com 9 e 6 anos, e foi enterrado com honras militares, apesar de não ter morrido em serviço.

Ufólogo que registrou centenas de OVNIs em Tatuí — Foto: Hamilton Santos/ Arquivo Pessoal

Ufólogo que registrou centenas de OVNIs em Tatuí — Foto: Hamilton Santos/ Arquivo Pessoal

Dia Mundial do Disco Voador é comemorado em 24 de Junho.

Os Discos Voadores, conhecidos cientificamente como Objetos Voadores Não Identificados (OVNIS) ou Unidentified Flying Object (UFO), em inglês, fazem parte do imaginário humano há muitos anos, porém tornaram-se mais populares a partir do século XX, com o começo da exploração espacial e com a massificação dos meios de comunicação.

Muitas pessoas alegam já terem avistado ou sido abduzidas pelas naves alienígenas. Mesmo sem nenhuma confirmação oficial, existem várias organizações e instituições (até mesmo governamentais) destinadas a estudar e procurar vida alienígena em outros planetas ou em busca de uma comprovação se estamos mesmo sendo visitados por seres extraterrestres.

Os discos voadores e suas visitas ao planeta Terra são motivos para um estudo específico: a ufologia, responsável por estudar e analisar fotos, vídeos e demais arquivos que possam comprovar a existência de vida alienígena.

Origem do Dia Internacional do Disco Voador

A data foi criada a partir de um fato ocorrido em 24 de Junho de 1947, quando o piloto americano Kenneth Arnold disse ter avistado nove objetos voadores não identificados próximos a uma montanha em Washington.

O que chamou mais atenção para o caso foi o que aconteceu poucos dias depois. Uma suposta nave alien teria caído no estado norte-americano do Novo México, e com ela teriam sido encontrados corpos de seres alienígenas. A história ficou mundialmente conhecida, sendo ainda hoje uma referência no mundo da ufologia, como o Caso Roswell.

No dia 24 de junho de 2024, a atividade de Observação Aérea no Brasil completa 157 anos de atividade. O Observador Aéreo é o militar apto a planejar e realizar missões operacionais de ligação de comando, de vigilância ou de reconhecimento aéreo, inteligência e aquisição de alvos, a bordo de aeronaves militares ou operando sensores de aeronaves remotamente pilotadas (ARP).

Esse especialista tem base suficiente para operar equipamentos e sensores para captação de imagens, assessorar os Estados-Maiores de organizações militares no que tange aos conhecimentos de aviação, meteorologia aeronáutica e reconhecimento aéreo especializado de objetivos militares.

Detalhe de planta jovem de araucária  — Foto: Giuliano Gomes/PR Press

Detalhe de planta jovem de araucária — Foto: Giuliano Gomes/PR Press

Planta pré-histórica, árvore masculina e feminina, semente comestível, abrigo para aves, símbolo do Paraná.

Essas são apenas algumas características que fazem da araucária (Araucaria angustifolia) uma das plantas mais importantes para a flora e fauna brasileira.

Nesta segunda-feira, dia 24 de junho, é celebrado o Dia Nacional da Araucária. A data foi criada em 2005 por decreto presidencial.

Também conhecida como pinheiro-do-paraná, a planta é nativa da região Sul do Brasil. A exploração indiscriminada fez com que, desde a segunda metade do século XX, a araucária esteja em risco crítico de extinção, conforme a lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais.

O dia 24 de Junho é motivo de comemoração para todos que trabalham direta ou indiretamente na indústria gráfica.

A data foi escolhida justamente para homenagear o alemão Johannes Gutenberg, considerado o pai da indústria gráfica graças a sua invenção de prensa com tipos móveis e produzir o primeiro livro impresso, que foi a Bíblia.

Damiro de Oliveira Volpe apresentou a data no 1º Congresso Brasileiro da Indústria Gráfica (Congraf), em 1965.

Já em 1988, ficou reconhecida como Dia da Indústria Gráfica na América Latina durante a 36ª Assembleia da Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica (Conlantigraf).

Marcos La Falce -

No dia 1° de junho é comemorado o Dia Mundial do Leite. A data foi criada em 2001, pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO/ONU, da sigla em inglês), com o objetivo de incentivar o consumo de lácteos à população mundial. A escolha de 1º de junho se deu porque já era o dia que diversos países, a maioria da União Europeia, comemoravam o Dia Nacional do Leite. É também no velho continente em que ocorre a maior parte das celebrações voltadas em grande parte ao incentivo ao consumo pelas crianças.

No Brasil, a data ganha cada vez mais força diante da importância do leite para a economia do país. O leite está entre os seis primeiros produtos mais importantes da agropecuária brasileira, ficando à frente de produtos tradicionais como café beneficiado e arroz. O Agronegócio do Leite e seus derivados desempenham um papel relevante no suprimento de alimentos e na geração de emprego e renda para a população.  A produção atual está em torno de 33,6 bilhões de litros anuais. O rebanho leiteiro brasileiro é o segundo maior do mundo, ficando atrás apenas do da Índia. São cerca de 70 milhões de animais utilizados na pecuária de leite, entre vacas, novilhas, bezerras e touros.

“Fundada em 1931, a Comunidade Britânica é uma associação entre o Reino Unido e suas antigas colônias (exceto Moçambique e Ruanda), atualmente essa organização possui 54 países integrantes.

Das ex-colônias britânicas, somente os Estados Unidos da América nunca participou da Comunidade Britânica, outra baixa se refere ao Zimbábue, nação expulsa da associação por não realizar reformas democráticas no país. Dos atuais integrantes, apenas duas nações não foram colônias britânicas: Moçambique (ex-colônia portuguesa) e Ruanda (antiga colônia da Bélgica).

Os principais objetivos da Comunidade Britânica são o estabelecimento do regime político democrático, desenvolvimento socioeconômico, garantia dos direitos humanos, promover a paz, benefícios comerciais e assistência educacional nos países membros.”

Dia Mundial da Ufologia 

Todo dia 24 de junho marca a principal celebração do ano de um ufologista, nome dado a quem estuda a existência de UFOs, sigla em inglês para Unidentified Flying Object — ou, em bom português, OVNI: acrônimo de Objeto Voador Não Identificado.

Em 24 de junho de 1947, o aviador Kenneth Arnold voava próximo ao Monte Rainier, no estado de Washington, nos Estados Unidos, quando avistou nove objetos estranhos voando pela região. Ele havia feito um desvio de sua rota original, pois havia uma recompensa para quem encontrasse os destroços de um avião caído naquela região.

Após desistir das buscas e iniciar a retomada de seu trajeto, Arnold foi surpreendido com um ponto de claridade que, de acordo com o seu relato, se movia a cerca de 40 km de distância de sua aeronave. Como o céu estava limpo, ele inicialmente pensou que pudesse ser apenas algum reflexo na janela de seu veículo, hipótese logo descartada após alguns testes simples.

Solenidade do Nascimento de João Batista

Com muita alegria, a Igreja, solenemente, celebra o nascimento de São João Batista. Santo que, juntamente com a Santíssima Virgem Maria, é o único a ter o aniversário natalício recordado pela liturgia.

Nascimento e origens

São João Batista nasceu seis meses antes de Jesus Cristo, seu primo, e foi um anjo quem revelou seu nome ao seu pai, Zacarias, que há muitos anos rezava com sua esposa para terem um filho. Estudiosos mostram que, possivelmente, depois de idade adequada, João teria participado da vida monástica de uma comunidade rigorista, na qual, à beira do Rio Jordão ou Mar Morto, vivia em profunda penitência e oração.

Último profeta!

Pode-se chegar a essa conclusão a partir do texto de Mateus: “João usava um traje de pelo de camelo, com um cinto de couro à volta dos rins; alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre”. O que o tornou tão importante para a história do Cristianismo é que, além de ser o último profeta a anunciar o Messias, foi ele quem preparou o caminho do Senhor, com pregações conclamando os fiéis à mudança de vida e ao batismo de penitência: “Voz do que clama no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, tornai retas as suas veredas’!”. Assim, João Batista definia a si mesmo e a sua missão.

Batismo de Jesus

Os Evangelhos nos revelam a inauguração da missão salvífica de Jesus, a partir do batismo recebido pelas mãos do precursor João e da manifestação da Trindade Santa. São João, ao reconhecer e apresentar Jesus como o Cristo, continuou a sua missão em sentido descendente, a fim de que somente o Messias aparecesse.

Após ter batizado o Salvador, afirmou: “Agora a minha alegria é completa. Ele deve crescer e eu, ao invés, diminuir”.

Como nos ensinam as Sagradas Escrituras: “Eu vos batizo na água, em vista da conversão; mas aquele que vem depois de mim é mais forte do que eu: eu não sou digno de tirar-lhe as sandálias; ele vos batizará no Espírito Santo” (Mateus 3,11).

Cabeça de João Batista

Grande anunciador do Reino, denunciador dos pecados e protetor da Verdade, ele foi preso por não concordar com as atitudes pecaminosas de Herodes. Foi decapitado devido ao ódio de Herodíades, que fora esposa do seu irmão, com a qual  o rei vivia pecaminosamente.

O grande santo morreu na santidade e reconhecido pelo próprio Cristo: “Em verdade eu vos digo, dentre os que nasceram de mulher, não surgiu ninguém maior que João, o Batista” (Mateus 11,11).

A minha oração

“Senhor, que pela intercessão de São João Batista, o Teu precursor, eu possa também levar uma vida dedicada em fazer com que o Senhor cresça em mim e que eu diminua. Ajudai-me, Senhor, a ser um  sinal da Tua Vinda, da Tua Presença e da Tua Salvação. Amém!” 

São João Batista, rogai por nós!

Outros santos e beatos celebrados em 24 de junho:

  • Os santos João e Festo, mártires, em Roma. († data inc.)
  • São Simplício, atualmente na França, que, pertencendo a uma família nobre e piedosa, viveu em perfeita castidade com sua virtuosíssima esposa e depois foi eleito para o episcopado. († 375)
  • O martírio dos santos Agoardo e Agilberto e outros muitos mártires, também na atual França. († s. V/VI)
  •  São Rumoldo, que é venerado como eremita e mártir, em Malinas, na actual Bélgica. († 775)
  • São Teodolfo, bispo e abade, em Lobbes, na Austrásia, atualmente também na Bélgica. († 776)
  • São Goardo, bispo e mártir, em Nantes,  hoje na França, que, celebrando a Missa com o povo na igreja catedral, quando cantava «Sursum corda» (“Corações ao alto”) foi trespassado com as setas de ímpios normandos e morreu com muitos fiéis. († 843)
  • São Teodgaro, na Dinamarca, presbítero, o missionário que construiu nesta região a primeira igreja de madeira. († c. 1065)
  • São José Yuan Zaide, presbítero e mártir, em Sichuan, província da China, estrangulado em ódio à fé cristã. († 1817)
  •  Santa Maria Guadalupe (Anastásia Guadalupe Garcia Zavala), em Guadalajara, no México, virgem, que colaborou muito ativamente na fundação da Congregação das Servas de Santa Margarida Maria e dos Pobres e se dedicou diligentemente às obras de caridade em favor dos pobres e dos enfermos. († 1963)
  • Fontes:
    • Martirológio Romano
    • Vaticannews

    – Pesquisa e redação: Catarina Xavier – Comunidade Canção Nova