Clube de Imprensa

25 de Maio – Dia da Indústria, Dia Nacional da Adoção, Dia da Costureira e Santa Maria Madalena de Pazzi

Dia da Indústria é celebrado anualmente em 25 de maio.

Nesta data a homenagem é destinada aos espaços de produção de maior representação para as economias nacionais: as indústrias.

Também conhecidas como o “Setor Secundário” de um país, as indústrias podem abranger os mais variados tipos de mercados, desde os alimentícios até os de vestuário, por exemplo.

O Brasil começou a ser industrializado a partir do governo do presidente Getúlio Vargas, mas apenas com Juscelino Kubitschek as indústrias estrangeiras começaram a se instalar no Brasil, fazendo com que a economia do país aumentasse.

Atualmente, a indústria está intrinsecamente inserida nas sociedades globais, sendo impossível imaginar a vida contemporânea ser este setor.

Origem do Dia Nacional da Indústria

O dia 25 de maio foi escolhido como Dia da Indústria em homenagem ao patrono da indústria nacional, Roberto Simonsen, que faleceu em 25 de maio de 1948.

Roberto Simonsen foi um engenheiro, industrial, administrador, professor, historiador e político, além de membro da Academia Brasileira de Letras – ABL. Além disso, Simonsen era presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP).

Dia do Massagista é comemorado em 25 de Maio, no Brasil.

Quem não gosta de uma boa massagem relaxante após um dia estressante de trabalho? A data celebra justamente os profissionais dedicados à aliviar as dores musculares, seja de maneira relaxante como terapêutica.

O massagista pode atuar em diversas áreas, como no esporte, em clínicas de estética, spas ou hospitais terapêuticos.

Normalmente, os spas e clínicas de estética fazem promoções e pacotes especiais de massagens para comemorar o Dia Internacional da Mulher ou o Dia Internacional do Homem.

Origem do Dia do Massagista

Não se sabe ao certo o motivo para a data ser comemorada em 25 de Maio, no entanto o importante é homenagear os responsáveis pela deliciosas massagens relaxantes que todos nós adoramos!

Decreto de Lei nº 3.968, de 5 de Outubro de 1961, legaliza e reconhece a profissão de massagista no Brasil, desde que o profissional tenha a aprovação e um certificado do Serviço Nacional de Fiscalização da Medicina.

(Fabricio Miranda/Superinteressante)

Dia da Toalha (Towel Day) é comemorado anualmente em 25 de maio.

Esta data é uma homenagem aos fãs da série “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, que simboliza uma parte importante da cultura geek e nerd.

O Guia do Mochileiro das Galáxias foi criado por Douglas Adams, numa série de livros que contam as aventuras de Arthur Dent nas suas viagens pelo espaço e as suas diferentes galáxias.

De acordo com a história, um dos itens essenciais para qualquer viajante intergaláctico é a toalha, que pode ser utilizada em variadas e inimagináveis situações.

No Towel Day, como é conhecida a data internacionalmente, todos os fãs desta série saem às ruas com uma toalha no ombro, amarrada à mochila ou ao cinto, como forma de celebração e homenagem à série.

Nesta mesma data também é comemorado em todo o mundo o “Dia do Orgulho Geek” (“Geek Pride Day”).

Origem do Dia da Toalha

A primeira comemoração do Dia da Toalha foi em 25 de maio de 2001, como uma forma de homenagear Douglas Adams, que morreu em 11 de maio daquele mesmo ano.

Dia Nacional da Adoção é celebrado anualmente em 25 de maio.

Esta data visa promover debates sobre um dos princípios mais importantes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): o direito da convivência familiar e comunitária com dignidade.

Quando as crianças são negligenciadas ou abandonadas por seus pais biológicos, a adoção é uma alternativa para não privar o jovem de usufruir de uma relação harmoniosa e saudável num contexto familiar e social.

Normalmente, durante esta data, algumas organizações, como a Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção, promovem atividades lúdicas e educacionais para conscientizar a população em geral sobre o funcionamento dos processos de adoção no Brasil.

Origem do Dia Nacional da Adoção

No Brasil, o Dia Nacional da Adoção foi oficializado a partir do decreto de lei nº 10.447, de 9 de maio de 2002. Esta lei instituiu o 25 de maio como data oficial de celebração do Dia da Adoção no país.

Originalmente, o 25 de maio foi declarado Dia Nacional da Adoção (a nível não-oficial) durante o I Encontro Nacional de Associações e Grupos de Apoio à Adoção, em 1996.

O Dia do Trabalhador Rural é comemorado anualmente dia 25 de Maio no Brasil.

A data homenageia todas as pessoas que trabalham nas zonas rurais, campos e fazendas como lavradores, agricultores, cuidadores de animais, e etc.

Origem da Data

A comemoração do Dia do Trabalhador e Trabalhadora Rural foi instituída pela Lei nº 4.338, de 1 de junho de 1964.

No dia 25 de Maio de 1963, falecia o deputado federal Fernando Ferrari (1921-1963), um dos políticos mais engajados na luta dos trabalhadores rurais por seus direitos e questões sociais. A morte de Fernando se transformou em uma data símbolo para os profissionais da categoria.

Em 1971 foi instituído o Programa de Assistência ao Trabalhador Rural, com a Lei Complementar nº 11, que ficou conhecida como Lei Fernando Ferrari, em homenagem ao parlamentarista que lutou pelos direitos destes trabalhadores.

Dia do Trabalhador Rural

Trabalho Rural no Brasil

O Brasil sempre teve na agricultura, no extrativismo e na pecuária suas maiores fontes de riqueza. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mais de 15 milhões de pessoas exercessem atividades ligadas ao campo. Essas ocupações estão em declínio com a mecanização, os baixos salários e a falta de oportunidades no setor.

No entanto, sua atividade é fundamental para que tenhamos alimentos de qualidade para comer.

Por isso, respeitar o trabalhador do campo como um profissional que merece todos os direitos é dever da sociedade e do governo brasileiro.

Dia Internacional do Sapateado é comemorado em 25 de maio.

Também conhecido como Tap Dance Day, o Dia do Sapateado é uma homenagem a esse estilo de dança que começou a se popularizar no século XX.

Originalmente, o Dia Internacional do Sapateado foi oficializado nos Estados Unidos em 7 de novembro de 1989, como uma homenagem ao nascimento de Bill Robinson Bojangles (1878 – 1949), um dos maiores ícones do sapateado no mundo.

A criação desta data foi resultado de um árduo trabalho da Tap America Project (TAP), em busca do reconhecimento do sapateado como um importante instrumento artístico.

Normalmente, esta data é celebrada com eventos e atividades que promovem os diferentes tipos de sapateados.

Dia Internacional das Crianças Desaparecidas é celebrado anualmente em 25 de maio.

Esta data tem o objetivo de alertar as pessoas sobre todas as questões relacionadas com o desaparecimento de crianças e adolescentes.

De acordo com o S.O.S Crianças Desaparecidas, estima-se que aproximadamente 50 mil jovens desapareçam por ano no Brasil.

Durante esta data, várias instituições em prol dos direitos da criança, organizam atividades que visam mobilizar a população em geral na tentativa de solucionar os milhares de casos de jovens desaparecidos.

Origem do Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

Esta data é uma homenagem ao caso de Etan Patz, um menino de 6 anos que desapareceu nas ruas de Nova Iorque, enquanto voltava da escola, em 25 de maio de 1979.

A partir de então, anualmente os amigos e familiares de Patz se reuniam na data de seu desaparecimento para conscientizar a população sobre os cuidados que devem ter para evitar o desaparecimento de outras crianças.

Infelizmente, a criança nunca foi encontrada, mesmo com o intenso esforço da polícia e comunidade na época. A partir deste caso, começou a famosa campanha que incluía fotos de crianças desaparecidas nas caixas de leite nos Estados Unidos.

Em 1986, o então presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, oficializou o dia 25 de maio como uma data dedicada a todas as crianças desaparecidas.

Dia da Costureira é celebrado anualmente em 25 de maio.

As costureiras não são simples profissionais, também podem ser consideradas verdadeiras artistas!

De acordo com a Associação Brasileira de Vestuário (Abravest), o trabalho das costureiras brasileiras movimenta em média R$ 4,5 bilhões por ano.

As costureiras são mestras na linha e agulha e, com apenas esses dois instrumentos, conseguem produzir peças incríveis, desde vestidos, camisas, cortinas e demais produtos feitos à base de tecidos.

Também conhecidas como estilistas, as costureiras podem criar tendências de moda que serão usadas ao longo das diferentes estações.

Dia Nacional do Respeito ao Contribuinte é celebrado anualmente em 25 de maio.

Esta data visa promover a conscientização da população sobre a importância do respeito ao contribuinte, ou seja, a responsabilidade de cumprir com todos os deveres fiscais, assim como esclarecer sobre os direitos dos contribuintes.

No Brasil, esta data foi instituída a partir da Lei nº 12.325, de 15 de setembro de 2010.

De acordo com a lei, todos os órgãos públicos que se destinam a fiscalizar a arrecadação dos tributos devem promover atividades e campanhas de conscientização cívica sobre a importância de respeitar o papel de contribuinte.

Além de esclarecer e conscientizar, a Receita Federal Brasileira também se dedica em tentar simplificar o processo de contribuição dos cidadãos, através de métodos mais cômodos de atendimento.

Celebrado todos os anos em 25 de maio, o Dia Internacional da Tireoide visa conscientizar os muitos milhões de pacientes que apresentam doenças da tireoide, como hipotireoidismo, hipertireoidismo, doenças autoimunes, outras doenças raras e câncer.

Iniciada pela Thyroid Federation International durante sua Assembleia Geral Anual em Leipzig, Alemanha, em 2007, a data oferece uma oportunidade para destacar os múltiplos fatores, genéticos, ambientais e outros, que contribuem para o desenvolvimento de doenças da tireoide.

Neste dia, associações e outros grupos ligados ao tema, em todo o mundo, organizam eventos para fornecer informações relevantes e atualizadas aos pacientes e à sociedade em geral para ajudá-los a reconhecer os sintomas, incentivá-los a fazer um monitoramento regular de seus níveis hormonais para que possam tomar decisões informadas sobre sua saúde.

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta (com dois lobos), localizada na parte anterior do pescoço, logo abaixo da região conhecida como Pomo de Adão, popularmente, gogó.

25 de maio, o Dia da África. A data recorda os esforços que vêm sendo travados, desde 1963, para levar à concretização da almejada união dos países do Continente. Um momento propício para refletir sobre o papel da cultura na edificação dessa união, assim como sobre o caminho percorrido desde então e sobre os desafios ainda por enfrentar. É o que fez esta semana o programa “África em Clave Cultural” juntamente com o editor, Filinto Elísio, e o filósfo, Severino Nguenha.

Dulce Araújo – Vatican News

A assinatura da Carta, com a qual os Chefes dos 32 Estados africanos então independentes, instituam a 25 de maio de 1963, na capital etíope, a Organização para a Unidade Africana, OUA, mais tarde, UA, devia ser um ponto de chegada e ao mesmo tempo de continuidade do projeto panafricanista que vinha sendo urdido desde há décadas por pensadores e líderes africanos, entre os quais Kwame N’Krumah, Presidente do Gana. Mas, infelzimente, os outorgantes da Carta chegaram divididos: por um lado os que queriam a plena unidade imediatamente e, por outros, os que a queriam gradualmente – faz notar o filosófo, Severiano Elias Nguenha, ao traçar a génese, o desenvolvimento e os numerosos entraves que a União Africana deve enfrentar para chegar a uma unidade plena, capaz de garantir a dignidade e a felicidades aos africanos, onde quer que estejam, no Continente ou na diáspora.

Santa Maria Madalena de Pazzi, virgem e religiosa carmelita

Infância

Catarina, nome recebido em seu batismo, nasceu em Florença, na Itália, no dia 2 de abril de 1566. Desde pequena, o seu amor por Cristo e pela Santíssima Virgem eram visíveis: agarrava-se à sua mãe com extraordinário ardor quando esta voltava para casa após ter comungado, mas se ela não comungara, sua filha não tinha as mesmas expansões.

Antes mesmo que aprendesse a ler, foi favorecida com o dom da oração e, com apenas sete a oito anos, já se confessava com um jesuíta, padre Rossi. Aos dez anos, recebeu a primeira comunhão e, a partir disso, consagrou a Deus a sua virgindade.

Esposa de Cristo

Desde então, considerou-se esposa de Cristo e teve em si um grande desejo de dar-se aos sofrimentos por amor ao seu divino Esposo. Era a própria vida de Jesus na cruz que lhe inspirava, todos os dias, uma nova mortificação.

Pretendida

Com apenas 15 anos, Catarina já era pretendida por muitos devido ao seu nascimento no seio de uma nobre família, à sua beleza e fortuna, mas sobretudo à sua virtude. Seus pais, como também eram muito virtuosos e viam na filha uma vocação muito patente, acolheram o voto que tinha feito de ser religiosa e de nunca ter outro esposo senão o Cristo.

Virgem carmelita

No ano de 1582, escolheu entrar no carmelo, porque ali as religiosas comungavam todos os dias. Ingressou, então, com pouco mais de 16 anos, no convento de Santa Maria dos Anjos, onde, depois de alguns combates, deixaria o nome de batismo pelo de Madalena. A sua profissão se realizou na festa da Santíssima Trindade, com tal amor para com Deus, que esteve em êxtase por horas.

Transportes de amor

Viveu experiências místicas impressionantes, onde eram comuns os êxtases durante a penitência, oração e contemplação, originando extraordinárias visões proféticas. Em alguns transportes de amor, corria por toda a casa, com o rosto abrasado, dizendo: “Eu vivo, eu vivo, mas não sou eu que vivo, é Jesus Cristo que vive em mim”.

Enfermidades e purificação da alma

Muitas foram as mortificações vividas por Santa Maria Madalena de Pazzi, mas a purificação de sua alma aconteceu nas provações e tentações vividas, por cinco anos, quando experimentou a escuridão e a aridez espiritual.

Também suas dores e enfermidades, começadas já no início de sua vida monacal, aumentavam dia após dia, e não se compreendia como um corpo tão fraco podia resistir a tantos males. Suportou tudo sem nenhuma queixa, entregando-se exclusivamente à Paixão de Jesus.

Páscoa

Sofreu com várias enfermidades até que entrou no Céu, com 41 anos, no dia 25 de maio de 1607. Faleceu no convento de Santa Maria dos Anjos, que hoje leva o seu nome.

Beatificada pelo Papa Urbano VIII, no ano de 1626, foi inserida no catálogo dos Santos, em 1669, pelo Papa Clemente IX. Seu lema foi: “Padecer, Senhor, e não morrer!”.

A minha oração

“Meu Senhor e meu Deus, eu quero um amor tão ardente e entregue por Ti como o de Santa Maria Madalena de Pazzi. Ensinai-me a viver todos os processos de enfermidades e provações sempre com a esperança e a paz interior de que, por Teu amor e por Tua presença, tudo vale a pena sofrer. Eu também quero poder proclamar que és Tu, meu Cristo, quem vive em mim e não mais eu e as minhas vontades.”

Santa Maria Madalena de Pazzi, rogai por nós!


Outros santos e santas celebrados em 25 de maio:

  • São Beda Venerável, presbítero e doutor da Igreja, na Notúmbria, região da Inglaterra, fervorosamente dedicado à meditação e explicação da Sagrada Escritura. († 735)
  • São Gregório VII, papa, que defendeu diligentemente a santidade do sacerdócio e morreu exilado em Salerno, na Campânia, região da Itália. († 1085)
  • São Canião, bispo e mártir, em Atella, na Campânia, região da Itália, († s. III/IV)
  • São Dionísio, bispo, na região da Itália, que por causa da fé católica, foi expulso para a Arménia, onde morreu com o glorioso título de mártir.(† c. 361)
  • São Zenóbio, bispo, em Florença, hoje na Toscana, região da Itália. († s. IV/V)
  • São Leão, abade, na Gália, hoje na França. († s. VII)
  • Santo Aldelmo, bispo, na Inglaterra, que foi ordenado primeiro bispo de Sherborne, entre os Saxões ocidentais. († 709)
  • São Genádio, na Espanha, conselheiro real, que renunciou à dignidade episcopal e passou o resto da sua vida como monge. († c. 925)
  • Beato Gerardo Mecátti, hoje na Toscana, região da Itália, que distribuiu os seus bens pelos pobres e, retirando-se para a solidão, se dedicou a acolher os peregrinos e socorrer os enfermos. († c. 1245)
  • São Gério, hoje nas Marcas,região da Itália, que, depois de ter sido conde de Lunel, abraçou a vida de eremita e morreu durante uma santa peregrinação. († c. 1270)
  • Beato Tiago Filipe Bertóni (André), presbítero da Ordem dos Servos de Maria, hoje na Emília-Romanha, Itália. († 1483)
  • São Pedro Doan Van Van, mártir, no Tonquim, atualmente no Vietnam. († 1857)
  • Santa Madalena Sofia Barat, virgem, em Paris, na França, que fundou a Sociedade do Sagrado Coração de Jesus († 1865)
  • São Dionísio Ssebuggwawo, mártir, na Ugandam que foi degolado pelo próprio rei por ensinar a dois pajens da corte os rudimentos da religião cristã. († 1886)
  • Santos Cristóvão Magallanes e Agostinho Caloca, presbíteros e mártires, no México que, confiando firmemente em Cristo Rei, alcançaram a coroa do martírio. († 1927)
  • Beato Nicolau Cehelskyj, presbítero e mártir, na Moldávia, que venceu com a fortaleza da fé os tormentos do martírio. († 1951)

Fontes:

  • Martirológio Romano
  • Livro “Santos de cada ia II” – Maio – Agosto (4ª ed.) – José Leite, S.J. (Org.)
  • ACI digital
  • Santoral Carmelita – carmelitas.org.br
  • Vaticannews

Pesquisa e Redação:
Catarina Xavier – Comunidade Canção Nova