ABI: Execução é atentado à democracia

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Segundo as primeiras informações da polícia, bandidos em um carro emparelharam ao lado do veículo onde estava a vereadora e dispararam. Marielle foi atingida com pelo menos quatro tiros na cabeça. A perícia encontrou nove cápsulas de tiros no local. Os criminosos fugiram sem levar nada, destacou a ABI.

A assessora da vereadora atingida pelos estilhaços foi levada para o Hospital Souza Aguiar e liberada. Em seguida, ela foi levada para prestar depoimento na Delegacia de Homicídios. A polícia não deu detalhes do depoimento. Informações da polícia dão conta de que os assassinam sabiam exatamente  da posição da vereadora dentro do carro: ela estava no banco de trás.

O presidente Michel Temer convocou uma reunião de emergência com ministros e assessores da área de Segurança Nacional. Temer disse que a execução da vereadora foi um ato de “extrema covardia” e prestou solidariedade a parentes e amigos da parlamentar.

O corpo de Marielle Franco e do motorista Anderson Pedro Gomes está sendo velado na Câmara dos Vereadores a partir das 11h desta quinta-feira (15).

O sepultamento de Marielle Franco será no Cemitério do Caju nesta quinta-feira às 16h30m. Já Anderson Pedro Gomes será sepultado no Cemitério de Inhaúma, às 16h30m.