ABI participa da campanha Eleições Seguras 2020

eleicao
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

ABI participa da campanha Eleições Seguras 2020

A pandemia da Covid-19 tem imposto mudanças radicais na vida de cidadãos brasileiros e de todo o mundo.

Organizações da sociedade civil lançam nesta segunda-feira, 15, a campanha “Eleições Seguras – Democracia é atividade essencial”. O objetivo é pedir que a votação para eleger prefeitos e vereadores ocorra ainda este ano, de modo a evitar que os mandatos atuais sejam prorrogados. As entidades envolvidas acreditam que a possibilidade de adiar o pleito para o ano que vem possa abrir “precedentes absolutamente indesejáveis para o funcionamento do nosso regime democrático”.

Eleições Seguras – Democracia é atividade essencial

Com o intuito de salvar vidas, tivemos de rever e reinventar a maneira como nos reunimos, como trabalhamos e como realizamos nossas atividades cotidianas. Individual e coletivamente, não há saída senão abrir mão de muitas coisas que nos são caras e importantes para a vida em sociedade.

Entretanto, todas as atividades consideradas essenciais tiveram de passar por importantes adaptações a fim de encontrar uma forma segura de serem realizadas. Afinal, são essenciais. Tanto os médicos atuantes na linha de frente do combate ao coronavírus quanto o cidadão comum que precisa ir ao mercado e à farmácia encontraram um jeito suficientemente seguro de garantir tais atividades realmente imprescindíveis.

Em 2020 temos eleições municipais no Brasil. Mais de 5.570 municípios escolherão seus representantes ao Executivo e Legislativo locais.

Às novas gerações pode parecer que eleição é algo corriqueiro, garantido, mas o fato é que se trata de uma grande conquista da nossa sociedade, fruto da luta de milhares de brasileiros ao longo da história. Há não muito tempo o direito ao voto nos foi retirado, aliás. Foram longos anos em que não pudemos escolher quem nos representaria e faria as escolhas dos rumos do país.

É nas eleições que a gente avalia o que passou e pensa sobre nosso futuro coletivo.

É por meio das eleições que diferentes visões, ideias e projetos de país se expressam e que a sociedade decide sobre qual caminho seguir. E é com as eleições que temos oportunidade de eleger candidaturas com as quais nos identificamos, na busca por uma sociedade mais plural e com representantes de diferentes identidades e origens, no Executivo e Legislativo.

Principalmente neste ano, em que o pleito é para os representantes municipais. Ou seja, aqueles cujas decisões impactam o nosso cotidiano da forma mais direta. Aqueles que, no atual contexto de pandemia, terão a responsabilidade de dar prosseguimento às políticas de combate ao coronavírus e à retomada das nossas vidas social e econômica. Prefeitos e vereadores que terão de dedicar um olhar especial ao sistema público de saúde, que evidentemente carece de políticas públicas efetivas para que possa garantir acesso e qualidade aos serviços prestados ao cidadão. Eleições são atividade essencial a qualquer sociedade democrática!

É por meio das eleições que aprovaremos ou rejeitaremos as ações de prefeitos e vereadores no combate à pandemia.

Enquanto pilares da construção democrática de um país, ritos e calendários eleitorais precisam ser respeitados, sob o risco de que alterações abruptas na regra do jogo abram precedentes absolutamente indesejáveis para o funcionamento do nosso regime democrático. O respeito à rotina democrática é imprescindível para a manutenção e o aperfeiçoamento de qualquer democracia. Na prática, não haver eleições em 2020 significa abrir mão da importantíssima alternância de poder segundo o período estipulado por nossa Lei Maior, a Constituição Federal.

O isolamento social exigirá cuidados mais que especiais, é verdade. Mas, assim como outras atividades essenciais, as eleições podem acontecer de forma segura se fizermos as adaptações necessárias.

Pensando nisso, um conjunto de organizações, movimentos e coletivos da sociedade civil preparou um guia com diversas medidas para que as eleições 2020 se realizem de forma segura durante todas as etapas do processo eleitoral.

As saúdes dos cidadãos brasileiros e da nossa democracia estão em jogo. É preciso garantir que ambas sejam preservadas!

Acesse o site https://www.eleicoesseguras.org/