Acostamento vai produzir 3 milhões de peças em 2020

2F5BD4AF-5F67-49DB-9196-570161872C44
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Acostamento vai produzir 3 milhões de peças em 2020

Acostamento cresce 30% em vendas e encerra o ano como uma das empresas que mais crescem no Sul do Brasil

A Acostamento tem levado sua alcateia para ocupar um espaço entre os gigantes da moda brasileira. A marca fecha 2019 batendo sua meta de crescer 30%, isso em um período em que a ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) prevê encerrar 2019 com um aumento tímido de apenas 3,5% em volume nesse setor.

” alt=”” aria-hidden=”true” />

Enquanto isso, a marca navega em remadas aceleradas e já planeja ultrapassar a marca de três milhões de peças produzidas para o atacado e e-commerce, entre roupas e acessórios, só em 2020. O resultado do ano colocou a grife no terceiro lugar do pódio das 500 empresas que mais crescem no Sul do Brasil, entre todos os setores, título a ser recebido oficialmente pelo Grupo Amanhã e PWC, dia 18 de dezembro, com o prêmio “500 Maiores do Sul”, considerado o principal ranking regional de empresas do país.

Pela primeira vez no monitoramento anual das 500 empresas mais emergentes, com expressivo crescimento e constantes ações inovadoras, a marca também apresenta ótimas expectativas sobre o resultado do prêmio “Campeãs da Inovação”, que será divulgado em janeiro, com validade internacional e realizado pelo mesmo grupo em parceria com a IXL Center, uma das maiores consultorias do mundo no segmento.

Atualmente, o lobo da Acostamento, sua marca registrada, já pode ser encontrado em mais de cinco mil pontos de venda multimarcas sendo que, destes, cerca de três mil varejistas são compradores frequentes que atualizam seus estoques a cada nova coleção. Cada um desses PDVs consome em média R$ 20 milhões em produtos no atacado. Por ano, são quatro coleções por ano na linha adulto, duas na linha Young e as linhas de acessórios e calçados que acompanham cada coleção.

Flagships a caminho – O varejo multimarcas tem sido a principal aposta do Grupo Pasquini, detentor da Acostamento, para a distribuição de seus produtos. “Esta é a estratégia que usamos como uma das principais alavancas para o crescimento rápido frente às dificuldades do cenário econômico e a queda do poder de compra do consumidor”, explica Delton Batista, vice-presidente executivo da Acostamento.

” alt=”” aria-hidden=”true” />

Antonio Pasquini (Presidente do Conselho do Grupo Pasquini), Rariton Pasquini (Presidente da Acostamento) e Delton Batista (VP da Acostamento)

Ele cita como exemplo o registro do IBGE que apontou, durante o primeiro semestre, um crescimento nas vendas em valor gasto de apenas 0,4% no varejo de moda brasileiro. “Contudo, a marca já se transformou em um produto de desejo, somos cada vez mais uma love brand em todo o país. Para essa nova fase, vamos reforçar a plataforma B2C com um novo e tecnológico e-commerce e dar início a uma rede de lojas flagships”, antecipa o executivo.

O sistema de lojas licenciadas será lançado no próximo trimestre e lojas próprias estão no plano, em cidades estratégicas no radar como Guarulhos (SP), Ribeirão Preto (SP), Balneário Camboriú (SC), e mais a longo prazo em Recife (PE), Salvador (BA), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo.

Tecnologias inéditas no setor de moda do país – A Acostamento também aposta no investimento em tecnologia de ponta, muitas ainda inéditas no país, como ferramenta de apoio para atingir suas metas em 2020. Essa estratégia já pode ser conferido com a Rede Alcateia, o primeiro aplicativo de moda do país totalmente gamificado que tem como objetivo engajar as equipes de vendas das lojas multimarcas parceiras.

” alt=”” aria-hidden=”true” />

Nova coleção AcostamentoYoung

Também foi lançado este ano, em agosto, o primeiro sistema do Brasil de geolocalização de produtos, que permite ao consumidor visualizar a loja física mais próxima para encontrar o produto desejado. Em setembro foi a vez da Academia Acostamento, pioneiro programa de educação continuada para a indústria de moda brasileira, com foco em capacitar os profissionais na transição para o futuro.

E, já no início de 2020, entra no ar o portal de e-commerce com a aplicação do conceito omnichannel, onde acontece a integração de todos os serviços e canais de atendimento para o cliente, as multimarcas e representantes.

Em fase de desenvolvimento, com implantação prevista para o próximo ano, a marca lançará o primeiro espelho 4D do Brasil. Com ele, o consumidor consegue escolher e visualizar o produto no corpo com 99% de precisão, inclusive o caimento.

” alt=”” aria-hidden=”true” />

Coleção Outono 2020/Feminino

“A Acostamento vem surpreendendo com tecnologia, inovação, pioneirismo, produtos de alto padrão, eventos em todo o país e parcerias com grandes influenciadores, mas, em 2020, vamos impressionar ainda mais os parceiros do varejo e o público, além de consagrar a marca no mercado”, pontua Delton.

Responsabilidade social – No próximo ano as ações de responsabilidade social ganham ainda mais força. A campanha de incentivo à doação de sangue que tem movimentado os postos de coleta em todo o país, e que havia sido estendida até dezembro, continua em 2020. Todos os doadores que enviarem seu comprovante de doação para a Acostamento recebem um voucher de R$ 100 para ser utilizado no e-commerce da marca.

Também está mantida a parceria com o Instituto Guga Kuerten, com destino de parte da venda de todas as peças da Acostamento Young ao projeto do tenista, que atende milhares de jovens em situação de vulnerabilidade social. Além disso, o apoio ao Ballet Bolshoi também está garantido no próximo ano com uniformes, alimentação e material de ensino.

” alt=”” aria-hidden=”true” />

Coleção Outono 2020/Masculino

“A marca pertence a uma geração engajada e que está comprometida com o mundo melhor. Está no nosso DNA apoiar iniciativas que realmente transformam vidas”, finaliza o vice-presidente.