Artigo 19 denuncia prisão ilegal de jornalista de rádio comunitária

miguel
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Artigo 19 denuncia prisão ilegal de jornalista de rádio comunitária

Artigo 19 denuncia prisão ilegal de jornalista de rádio comunitária no México

Redação Portal IMPRENSA*
O jornalista Miguel López Vega, da rádio comunitária Radio Zacatepec, foi preso, no dia 24 de janeiro, sob a acusação de obstruir a execução de uma obra pública, ataques nas estradas de comunicação e segurança nos meios de transporte.
Crédito: Reprodução
Ele foi detido após sair de uma reunião com autoridades do estado e transferido para a Casa da Justiça em Tlaxcalancingo, em Puebla.
A Artigo 19, organização de direitos humanos para a defesa da liberdade de expressão e o direito à informação, exige que o Procurador Geral do Estado de Puebla libere o comunicador e defensor de direitos humanos e cesse o assédio criminal contra a rádio Zacatepec.
A organização também acionou a Comissão Nacional de Direitos Humanos (CNDH) e o Mecanismo de Proteção do Ministério Federal do Interior (Segob) para intervir e garantir a libertação de Vega.
A Associação Mundial de Estações de Rádio Comunitária do México emitiu uma declaração “urgente” ao governador Barbosa e ao chefe do escritório da FGE, Gilberto Higuera Bernal, denunciando ameaças de repressão contra a comunidade por causa da defesa do rio Metlapanapa, contaminado por empresas industriais que despejam resíduos tóxicos nele.
“Exigimos das autoridades de Puebla a libertação imediata de Miguel López Vega, o fim das ameaças e repressão contra a comunidade de Santa María Zacatepec e o cancelamento das obras de descarga de resíduos tóxicos no rio Metlapanapa”, diz o comunicado.
Vega é membro da Frente dos Povos em Defesa da Água e da Terra em Morelos, Puebla e Tlaxcala.