Associação Brasileira de Imprensa pede informações à EBC sobre suposta compra de “Os Dez Mandamentos”

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Associação Brasileira de Imprensa encaminhou pedido de informações à Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) sobre a suposta compra das duas temporadas da novela “Os Dez Mandamentos”, produzida e exibida pela TV Record.

Crédito: Record TV

A aquisição foi divulgada pelo jornalista Lauro Jardim em sua coluna no O Globo, no dia 10 de janeiro, mas até o momento não foi confirmada pela EBC. O folhetim, segundo o colunista, estaria sendo comprado após cinco meses de negociação para ser exibido já em 2021 na TV Brasil.

A ABI utilizou como argumentos para a solicitação o princípio da publicidade, que obriga o poder público, salvo raras exceções, a explicitar os “motivos, objetivos, diretrizes e documentos que fundamentam sua tomada de decisão”, e a Lei de Acesso à Informação, segundo a qual “cabe aos órgãos e entidades do poder público […] gestão transparente da informação, propiciando amplo acesso a ela e a sua divulgação”.

No pedido, assinado pelo seu presidente Paulo Jeronimo, a ABI fez cinco perguntas para certificar que houve ou vai haver a aquisição, saber quais os motivos que fundamentam a negociação, se o fundamento bíblico da trama foi considerado na negociação tendo em vista a laicidade do Estado ou se o que foi considerado foi eventual proximidade político-ideológica do Presidente da República com a Record TV, e quais os valores, direitos e obrigações envolvidos nas tratativas.

A entidade quer que a EBC apresente documentos e contratos sobre as diretrizes das tratativas e eventualmente a sua celebração.

O Portal IMPRENSA entrou em contato com a EBC por e-mail, mas não obteve resposta.