Clube de Imprensa

Assomasul lidera encontro com Ministério dos Povos Indígenas em busca de melhorias para comunidades indígenas

por 

Com o propósito de fomentar o diálogo com os gestores dos municípios sul-mato-grossenses que englobam terras indígenas em seus territórios, Mato Grosso do Sul recebeu nesta quarta-feira (15), a Comitiva do Ministério dos Povos indígenas, sob a liderança da Ministra Sônia Guajajara, na sede da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul).

Ao longo de 12 anos, Mato Grosso do Sul viu sua população indígena dobrar. De acordo com dados do IBGE de 2022, o estado registrou um aumento significativo, passando de 77.025 indígenas em 2010 para 116.346 em 2022, consolidando-se como o terceiro estado com a maior população indígena do país.

Diante desse contexto, gestores de 15 municípios sul-mato-grossenses apresentaram à ministra suas reivindicações. O objetivo é buscar melhorias nas condições de vida da população indígena local, estabelecendo um diálogo construtivo e propositivo para o desenvolvimento sustentável dessas comunidades, estabelecendo assim, um diálogo entre o Governo Federal, Estadual e Municipal.

Valdir Couto de Souza Junior, presidente da Assomasul e prefeito de Nioaque, ressaltou a relevância do encontro para abordar os desafios enfrentados pelas comunidades indígenas. “Durante a reunião destacamos os desafios que as comunidades indígenas enfrentam, como a falta de acesso ao saneamento básico e a escassez de água potável em algumas aldeias. Durante nossa conversa com a Ministra, expusemos esses problemas com o intuito de trabalharmos juntos na busca por soluções. É importante e urgente melhorarmos as condições de vida dos indígenas, juntamente com o Governo do Estado e Federal.”

Ainda, durante a reunião, o presidente pontuou a necessidade da criação de um novo DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena).

Ministra Sônia, juntamente com o presidente da associação, Valdir Júnior/ Foto: Edson Ribeiro

A Ministra Sonia Guajajara, que veio a Mato Grosso do Sul para o encontro da primeira etapa da Caravana Participa, Parente, destacou a importância da primeira agenda da Comitiva na sede da Assomasul. “Dialogamos com prefeitos e representantes de municípios, com população indígena, promovendo um espaço de escuta nunca antes registrado. O objetivo desse encontro foi entender as demandas em relação a temas que envolvem os povos indígenas, para se pensar em estratégias de ação que garantam os direitos desses povos e possam ser feitas em parceria com os prefeitos e autoridades locais”, enfatizou a ministra em suas redes sociais.

Foto: Edson Ribeiro

Além disso, a reunião contou também com a participação da secretária-adjunta da Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania, Viviane Luiza. A secretária afirmou que a construção de um Estado melhor para todas as pessoas passa pelo diálogo, sendo este o caminho para uma sociedade mais justa e igualitária. “Nesta quarta-feira, Mato Grosso do Sul avançou ainda mais, com a reunião de trabalho entre Governos Federal, Estadual e Municipal”, destacou a secretária em sua postagem nas redes sociais.

A reunião contou com a presença do prefeito Odilon Ribeiro (Aquidauana), Reinaldo Piti (Bela Vista), Marcelo Pé (Antônio João), Paulo Cesar Franjotti (Japorã), Jair Scapini (Guia Lopes da Laguna), Fábio Florença (Miranda), Nelson Cintra (Porto Murtinho), e Wlademir de Souza Volk (Dois Irmãos do Buriti), Kazuto Horii (Bodoquena), Eduardo Campos (Ponta Porã), Donizete Viaro (Paranhos). Também estiveram representantes de Amambai, Dourados e Campo Grande.