Bolsonaro recria Ministério das Comunicações e nomeia genro de Silvio Santos como ministro

Fbio Faria
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Bolsonaro recria Ministério das Comunicações e nomeia genro de Silvio Santos como ministro

O presidente Jair Bolsonaro recriou o Ministério das Comunicações e nomeou o deputado Fábio Faria (PSD-RN) como ministro. O parlamentar é casado com a apresentadora Patrícia Abravanel, filha de Silvo Santos, dono do SBT.

O anúncio foi feito em uma rede social do presidente nesta quarta-feira (10). O decreto da nomeação já foi publicado no Diário Oficial.

Extinto no governo Temer, após o afastamento de Dilma Rousseff, o Ministério das Comunicações foi incorporado ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

Segundo Bolsonaro, será publicada uma Medida Provisória para desmembrar o atual Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que atualmente é chefiado por Marcos Pontes.

O presidente nomeou ainda o secretário de Comunicação Social, Fábio Wajngarten, para o cargo de secretário-executivo do Ministério das Comunicações.  Desta forma, a Secom será extinta e suas competências serão incorporadas à nova pasta.

Crédito: Câmara dos Deputados
Para a imprensa, Bolsonaro afirmou que houve “aceitação excepcional” sobre a decisão. “Vamos ter alguém que não é um profissional do setor, mas tem conhecimento até pela vida que tem junto à família do Silvio Santos”, afirmou o presidente ao G1. “É uma pessoa que sabe se relacionar e vai dar conta do recado”, completou.
Fábio Faria é formado em administração de empresas pela Universidade Potiguar (UnP). Ele está no quarto mandato de deputado federal e é filiado ao PSD, partido que integra o Centrão.

A escolha de Bolsonaro pelo deputado ocorre em meio à aproximação do presidente com o Centrão. Para a imprensa, o presidente negou ter negociado a indicação de Fábio Faria com o Centrão, afirmando ao G1 que não se lembra qual é o partido do deputado.

Sem despesas
O governo federal publicou nota informando que não haverá aumento de despesa para a recriação da pasta. “Sem nenhum aumento de despesa, utilizando apenas de cargos de estruturas já existentes, o Presidente da República recriou o Ministério das Comunicações. A Secretaria Especial de Comunicação Social, hoje na Secretaria de Governo da Presidência da República, foi extinta e suas competências incorporadas ao novo Ministério”, diz nota.