Clube de Imprensa

Cantata de Natal: Com vozes acolhedoras, ALEMS deixa mensagem de paz e esperança

Coral dos Servidores da ALEMS acalentaram os corações dos participantes da Cantata de Natal reforçando a mensagem de paz, amor e esperança

Por: Osvaldo Júnior   Foto: Wagner Guimarães

O céu silenciou a chuva que preparava para ouvir cerca de 40 vozes que abraçaram os servidores, deputados e visitantes no início da noite desta terça-feira (12) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). As vozes são dos integrantes do Coral dos Servidores da ALEMS, atração central na Cantata de Natal da Casa de Leis, que chega à sua 19ª edição. As canções, a beleza das nuvens escuras, o Papai Noel, as muitas crianças, as luzes; tudo corroborou com as mensagens dos parlamentares: o desejo da ALEMS de paz, amor e esperança a todos os sul-mato-grossenses.

Gerson Claro: “Minha mensagem é de otimismo, de fé, esperança”

“Que a gente possa cada dia mais pensar no outro como um ser humano que tem Deus dentro de si. Olhando desse jeito, cada um será capaz de valorizar mais quem está ao seu lado”, disse o deputado Gerson Claro (PP), presidente da Casa de Leis. “Minha mensagem é uma mensagem de otimismo, de fé, esperança. Sabemos que as dificuldades existem, mas vamos superando cada um dentro de seu limite, com apoio da família e com a força espiritual. Que possamos nos fortalecer uns nos outros, tendo Deus como referência”, acrescentou.

Além do presidente da ALEMS, o evento contou a participação dos deputados Paulo Corrêa (PSDB), Junior Mochi (MDB), Renato Câmara (MDB) e Mara Caseiro (PSDB). O deputado Paulo Corrêa, 1º secretário do Parlamento, reforçou a mensagem que a ALEMS pretende levar aos cidadãos do Estado. “Muita paz, muito amor. Essa é a mensagem que buscamos levar. E é muita alegria a gente ver os colabores da Casa se doando para que possamos ter este momento de felicidade, de celebração com todos que trabalham na Assembleia e que nos visitam”, enalteceu o deputado.

Explosão de luzes em contraste com o céu de nuvens escuras

A Cantata teve início com a chegada do Papai Noel, que adocicou a noite distribuindo balas aos participantes. Enquanto o Papai Noel fazia o seu trabalho de presentear as pessoas, o Coral dos Servidores da ALEMS oferecia outro tipo de presente, que é entregue à alma – o grupo cantou a música “Vem chegando Natal”, com o arranjo do maestro Nillo Cunho, o regente do Coral.

Também houve um espetáculo focado na inclusão: a turma do curso de Libras, promovido pela Escola do Legislativo, apresentou a música “Trem do Pantanal”, muito conhecida na voz de Almir Sater. E o Coral da ALEMS acalentou os ouvidos e os corações dos participantes com outras três canções: “A Fraternidade do Natal”, “Hallelujah” e “Marcas do que se foi”.

Um show pirotécnico, que contrastou explosão de luzes com o escuro das nuvens, foi uma das últimas atrações da Cantata. Na parte final do evento, os deputados e outras pessoas escreveram mensagens em cartões, afixados na árvore natalina, que ilumina a frente da Casa de Leis. A árvore, com estrela apontada ao alto, pareceu querer entregar ao céu essas mensagens.

Árvore na entrada da ALEMS, com estrela apontada ao céu

Espírito de abertura

O evento chega, neste ano, à sua 19ª edição. E com um diferencial: foi realizado na rampa. O local traz a simboliza da acolhida, de abertura, conforme disse o presidente Gerson Claro. “O Natal representa renascimento. E a gente fazendo esta Cantada na entrada da Assembleia, demonstramos o desejo de continuarmos com esse espírito de abertura, chamando um novo ano glorioso, para que possamos estar juntos aqui onde passamos a maior parte do nosso tempo, trabalhando juntos e buscando construir um Mato Grosso do Sul dos nossos sonhos”, pontou o deputado.

Coral da ALEMS

O Coral dos Servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul existe desde 2003, sendo regido atualmente pelo maestro Nillo Cunha. Em seus mais de 19 anos de história, o Coral da ALEMS realizou mais de cem apresentações em todo o Estado, interpretando músicas diversas apropriadas a cada tipo de evento, seja na Casa de Leis, seja em apresentações externas emCampo Grande ou em cidades do interior.

Pular para o conteúdo