Com fronteiras fechadas, consulado ajuda 70 alunos brasileiros a deixarem o Paraguai

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Por Martim Andrada/TV Morena e Flávio Dias, G1 MS — Campo Grande

Estudantes brasileiros deixam o Paraguai acompanhados do consulado brasileiro, em Ponta Porã (MS). — Foto: Lile Corrêa

Estudantes brasileiros deixam o Paraguai acompanhados do consulado brasileiro, em Ponta Porã (MS). — Foto: Lile Corrêa

Cerca de 70 alunos brasileiros que estudam no Paraguai deixaram o país vizinho na manhã desta sexta-feira (17) acompanhados pelo consulado brasileiro, na cidade paraguaia Pedro Juan Caballero na região de fronteira com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul.

O Paraguai fechou a fronteira com o Brasil desde o dia 18 de março por conta da pandemia do novo corona vírus.

De acordo com o vice-cônsul do Brasil, em Pedro Juan Caballero, Vitor Hugo Irigaray, o grupo de alunos vão para o Estado do Pará. Ele ressaltou que nesse sábado (18), outros estudantes brasileiros passarão pela fronteira com destino o estado de Tocantins.

Conforme o cônsul, a saída dos estudantes do país vizinho não se trata de repatriação, pois os pais dos alunos estão pagando pelo transporte.

Fronteira fechada

No dia 18 de março, o governo paraguaio usou o Exército e fechou a fronteira com o Brasil em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha a Ponta Porã (MS). No mesmo dia, o governo também fechou a Ponte Internacional da Amizade, na fronteira com o Brasil, que liga Cidade del Leste a Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Os dois principais acessos ao Brasil continuam fechados.