Conatel prejudica evangelização na fronteira tirando do ar emissora de rádio

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

conatelNa manhã desta terça-feira (29/11) a sintonia de Frequência Modulada 106,3 na fronteira seca de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero (Paraguai) esta “muda”, só “ruídos” sem a programação da emissora que trabalha na evangelização no Departamento de Amambay.

Em nota oficial 2612/2016 encaminhada ao Padre Leonardo Valdez diretor da Perpetuo Socorro FM 106,3 Mhz, datada de 21 de novembro de 2016 determina que “cese inmediato” a transmissão da programação da emissora, localizada na Rua Mariscal Estigarribia esquina Mariscal Francisco Solano Lopez porque a estação esta interferindo nas frequencias 212,6 Mhz e 318,9 Mhz. No documento assinado pela engenheira Mirian Teresita Palacios, presidente da Conatel, adverte que caso não cesse a programação encaminhará denuncia ao Ministério Público Paraguaio.

Em conversa com o Jornal Che Fronteira via whats app o padre Paulo Nascimento que apresentava programa na emissora das 6h30 as 7h lamentou “Fico muito triste com tudo isto meu amigo chorei ontem quando recebi a notícia dessa situação”.  A emissora também transmitiu a Santa Missa dominical para os ouvintes nas manhãs de domingo.

De acordo com padre Paulo “o padre Leo que esta a frente dos tramites legais para que a emissora retorne ao ar e continue abençoando a comunidade fronteiriça”.

padre-leonardo-valdezLegenda: Padre leonardo Valdez – Foto Colorama