Clube de Imprensa

Confira a programação completa do Lollapalooza Brasil 2022

 

5 de março, sexta-feiraThe Strokes, Doja Cat, Machine Gun Kelly, Alan Walker, Chris Lake, Jack Harlow, Marina, LP, Turnstile, Caribou, The Wombats, Pabllo Vittar, Ashnikko, Matuê, 070 Shake, Jetlag, VINNE, jxdn, Beowülf, Detonautas, Edgar, Meca, Barja

26 de março, sábadoMiley Cyrus, A$AP Rocky, A Day To Remember, Alok, Alexisonfire, Alessia Cara, Deorro, Emicida, King Gizzard & the Lizard Wizard, Remi Wolf, Silva, Jão, Boombox Cartel, Chemical Surf, Terno Rei, DJ Marky, Victor Lou, Clarice Falcão, Jup do Bairro, MC Tha, Lamparina, Ashibah, Fatnotronic, WC no Beat and Kevin o Chris + Haikaiss + PK + Felp 22 + MC TH + Hyperanhas

27 de março, domingoFoo Fighters, Martin Garrix, Alesso, Jane’s Addiction, Black Pumas, Kaytranada, Phoebe Bridgers, IDLES, Kehlani, Goldfish, Gloria Groove, Djonga, Cat Dealers, Rashid, Fresno, Marina Sena, Planta & Raiz, Lagum, Evokings, Fancy Inc, MALIFOO, menores atos, FractaLL x Rocksted

Lollapalooza BrasilDias 25, 26 e 27 de março de 2022Local: Autódromo de Interlagos, Av. Sen. Teotônio Vilela, 261 – Interlagos, São PauloInformações: https://www.lollapaloozabr.com/Siga nas redes: @lollapaloozabr

Sobre o Lollapalooza BrasilLollapalooza coleciona grandes feitos e inovações que marcam a maneira como o entretenimento ao vivo é feito mundo afora. Com a chegada do festival no Brasil, em 2012, ele revolucionou (e renovou) esse setor por aqui e não demorou muito para que se tornasse um dos mais relevantes da América Latina. Em constante evolução e aprimoramento da experiência, o Lollapalooza Brasil passou a ser realizado no Autódromo de Interlagos (São Paulo), em uma área de 600 mil metros quadrados, em 2014, mesmo ano em que passou a ser um evento neutro em carbono. A neutralização das emissões foi feita a partir da alocação definitiva de créditos de carbono originados em um projeto ambiental certificado pela ONU. Com apresentações divididas entre quatro palcos simultâneos, o Lolla passou a ter três dias de festival em 2018, quando bateu um público recorde, gerando um impacto de mais de R$ 152 milhões na economia da cidade de São Paulo, com gastos em hospedagem, alimentação, transporte e lazer, de acordo com levantamento inédito da Prefeitura. Em 2019, o evento reuniu mais de 246 mil pessoas no Autódromo de Interlagos e mais de 4,5 milhões de pessoas acompanharam as 67 atrações pela televisão. Agora, em um momento de retomada do setor de entretenimento, o festival prepara um reencontro com o seu público com uma edição à altura da saudade que todos estão dos shows presenciais.

Sobre o LollapaloozaCriado por Perry Farrell, em 1991, como um festival itinerante, o Lollapalooza continua a ser inovador na cena dos festivais após 25 anos desde sua criação. Ao longo da sua história ele foi o “primeiro” em muitas ocasiões: foi o primeiro a reunir artistas de vários gêneros no mesmo evento; a viajar; se estender para vários dias; a ter um segundo palco; a ter um segundo dia; a misturar arte e ativismo; a compensar suas emissões de gás carbônico; a colocar artistas de música eletrônica no palco principal; a criar uma programação familiar; a se instalar em um centro urbano; a se expandir internacionalmente. Ao se estabelecer em Chicago, virou um renomado festival e exportou a sua excelência para outros países, como Chile, Brasil, Argentina, Alemanha, França e Suécia, tornando-se um dos principais destinos para amantes de música nos Estados Unidos e no exterior. Para comemorar o seu 25º aniversário, o Lollapalooza Chicago se estendeu para 4 dias, em 2016, com mais de 170 artistas se apresentando em 8 palcos.