Contra extinção do registro profissional, Sindjor/MS convida jornalistas a vestirem preto no dia 4/12

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Ato segue mobilização nacional proposta pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) contra a MP 905, que extingue registro profissional para profissionais da imprensa e outras categorias

O Sindicado dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (Sindjor-MS) convida a categoria a trabalhar de preto na próxima quarta-feira (4). No mesmo dia, a entidade irá visitar as sedes dos veículos de comunicação na Capital para alertar sobre a MP 905/2019, que extingue o registro profissional para jornalistas e outras atividades, como radialistas e publicitários.

As ações integram a mobilização nacional convocada pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) contra a medida provisória. O ato local foi definido após Assembleia Geral realizada pelo Sindjor-MS na última quarta-feira (27).  Ainda no Estado, o Sindicato dos Radialistas e Publicitários de MS (Sintercom) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Região da Grande Dourados (Sinjorgran) também estarão mobilizados.

“A Fenaj instituiu o dia 4 de dezembro como o Dia Nacional de Luta contra a MP. O Sindjor-MS irá visitar as redações de Campo Grande e debater com os colegas ações contra a medida. A nossa luta também será ampliada, estamos nos unindo às outras categorias que serão afetadas para ações conjuntas”, afirma o presidente do Sindjor-MS, Walter Gonçalves.

LUTA CONJUNTA – As ações em conjunto com as outras categorias atingidas pela medida provisória serão definidas amanhã, sexta-feira (29), na Sede do Sindicato dos Bancários. A reunião, promovida pelo Escritório Regional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE/MS), prevê um debate sobre a MP 905 e também a Reforma Sindical. O encontro ocorre a partir das 14h, na Rua Barão do Branco, 2652. (Publicado pelo Sindjor-MS).