Coronavírus: Mestres de Artes Marciais utilizam aulas online

roosevelt 2
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Coronavírus: Mestres de Artes Marciais utilizam aulas online

Mestre Roosevelt Couto Barbosa*

Desde o inicio da pratica das artes marciais ainda como simples técnicas de defesa pessoal que nos deparamos com a metodologia de ensino presencial (professor / aluno).
As academias eram quase que secretas, treinos a portas fechadas e o aluno era obrigado a jurar lealdade e guardar segredo sobre os ensinamentos passados pelo seu mestre.
No decorrer dos anos, com o advento da globalização, da universalização do conhecimento, da transformação das artes marciais em esporte, inclusive com sua inclusão nas olimpíadas, seus professores tiveram que se adaptar as novas rotinas e protocolos implementados.
O karatê, por exemplo, última arte marcial incluída como esporte olímpico para as olimpíadas do japão não foi diferente e isso posso falar com propriedade pois acompanho essa evolução desde 1978, data em que comecei a treinar.
Nossos treinos eram fechados, filmagens e fotos eram proibidas e só poderiam ser feitas em ocasiões especiais previamente acordado com o mestre da academia.
Nos dias atuais onde temos nossos smartfones com câmeras de resolução similar as câmeras profissionais, com os alunos extremamente dependentes de conteúdo de forma digital tivemos que nos render a essa evolução e passar a permitir e até mesmo incentivar a gravação de aulas.
Nós mesmos acabamos por nos beneficiar desta prática para nos aperfeiçoarmos buscando conteúdos digitais produzidos pelos grandes mestres do oriente e pelos grandes campeões de nossa modalidade para sermos o protagonista da implementação das novas técnicas em nossas academias e não sermos surpreendidos pelos nossos próprios alunos.
Mas agora fomos mais uma vez surpreendidos por essa pandemia do Covid-19 que nos forçou a parar com nossas aulas presenciais e ficarmos escravos da modalidade de ensino a distancia de forma integral.
Isso nos obrigou uma demanda de trabalho muito maior, pois exige uma preparação mais detalhada de cada conteúdo a ser ministrado, produção audiovisual para cada graduação, revisão e aprovação do que vai ser ensinado, proposta de como será cobrado de cada aluno e de que forma ele nos dará o feedback do conteúdo, produção de conteúdo teórico, aplicação de testes , correção de provas, retorno individualizado para cada aluno da turma, plano de exercícios físicos para manutenção do condicionamento físico dos atletas, dentres outras práticas de interação aluno/professor via mídias sociais tais como, por exemplo realização de lives com aulas ao vivo.
Tamanha foi a mudança no “modus operand” de nossas aulas que nos impôs uma rotina muito maior de trabalho e, por conseguinte, de dedicação.
Hoje os grandes mestres das artes marciais no Brasil e no Mundo, devido ao isolamento social imposto pelas medidas restritivas para o combate ao Covid 19 tiveram que se reinventar, superar seus preconceitos e evoluir para esssas novas formas de se dar uma aula e, em particular eu afirmo que sim, nós podemos conseguir tãos bons resultados quanto se estivéssemos dentro de nossas academias dando aulas presenciais.
Para isso basta que cada aluno, cada responsável por este aluno, no caso de menor de idade, continue firme com cada professor, acreditando em seu potencial, valorizando seu empenho e dedicação e principalmente reconhecendo que , mesmo a distancia, estamos dando nossas aulas, cuidando de nossos alunos, ou seja, fazendo o nosso trabalho.

Mestre Maurício Troncoso do Chile montando sua vídeo aula.

Shiran Marcio Nunes diretor de Arbitragem da CNKSE e presidente do Instituto Bonsai de karate no DF , em casa transmitindo sua aula via Facebook

Cartaz do mestre Gerardo Coelho, presidente da Federação Candanga de karatê promovendo sua aula on line

Maestro Santiago Caicedo, presidente da Federação equatoriana do Sistema Sokukai
E fundador da arte marcial Equatoriana Sokukai ministrando aula pelo Facebook

Sensei Braz nosso filiado aí em Ponta Porã também produzindo seu conteúdo on line
Esta prática de vídeo aulas de é amplamente utilizada por profissionais de educação física, dança, zumba e agora tomou conta também das artes marciais.