Detidos durante entrevista, jornalistas da Univisión são libertados na Venezuela

Redação Portal IMPRENSA*

O jornalista Jorge Ramos, da Univisión, e a equipe que o acompanhava foram detidos durante a gravação de uma entrevista com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em Caracas. Eles ficaram mais de duas horas retidos em uma sala, na sede da presidência, antes de serem libertados e retornarem ao hotel.

Crédito: Reprodução

O grupo deverá deixar o país nesta terça-feira (26) com destino a Miami. Segundo relato de Ramos à Univisión após sua libertação, os problemas começaram quando ele mostrou para Maduro um vídeo no qual um grupo de jovens apareciam comendo restos de comida retirados de um caminhão de lixo.

“Depois de aproximadamente 17 minutos de entrevista. Ele não gostou as coisas que estávamos perguntando sobre a falta de democracia na Venezuela, as torturas, os prisioneiros políticos sobre a crise humanitária que viviam e ele se levantou no meio da entrevista, depois que lhe mostramos um vídeo em que dois jovens comiam de um caminhão de lixo. Imediatamente depois, um de seus ministros, Jorge Rodríguez Pino, disse que a entrevista não estava autorizada e confiscaram todos nossos equipamentos”, relatou Ramos.

O jornalista disse que ele e o restante da equipe foram levados para uma “quarto de segurança” com as luzes apagadas e que tiveram confiscados seus celulares e pertences particulares.

A ocorrência de ataques à liberdade de imprensa tem se tornado frequente na Venezuela. De acordo com denúncias de entidades internacionais, profissionais de imprensa de todo o mundo têm sido vítima de tentativas de agressão, intimidação e outras formas de violência.

Fora da Venezuela, o Juan Guaidó, que se autodeclarou presidente e já conta com o reconhecimento de diversos países, se manifestou sobre o ocorrido. “Condenamos os atos violentos do usurpador com o jornalista @jorgeramosnews e sua equipe da Univisión. O desespero do usurpador é cada dia mais evidente, não conseguiu responder as perguntas”, escreveu Guaidó em sua conta no Twitter.

Assista a entrevista de Ramos à Univisión após sua libertação:

 

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book