Diários Associados sofrem com demissão em massa

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Sindicato dos Jornalistas de Minas Gerais publicou em seu site que, junto com o Sindicato dos Gráficos e o Sindicato dos Trabalhadores da Administração em Jornais e Revistas, repudia as demissões em massa de mais uma leva de trabalhadores nos Diários Associados ocorridas essa semana e na semana passada. Ao menos 148 foram demitidos, a maioria deles da administração.

Segundo o sindicato, as dispensas coincidem com o momento dos sindicatos assinarem a convenção coletiva que garante três meses de estabilidade para a redação e administração e 60 dias para os gráficos, após a assinatura do acordo. O número de demissões chegou a causar fila no setor de Recursos Humanos do grupo.

A reportagem acrescenta que na redação do Estado de Minas e TV Alterosa foram demitidos cerca de 20 jornalistas, muitos deles com quase 30 anos de casa. Apesar do elevado número de dispensas, não houve nenhum comunicado prévio ou acordo com os sindicatos que representam os trabalhadores, conforme posicionamento adotado pela Justiça do Trabalho.

Os sindicatos já denunciaram a demissão coletiva ao Ministério Público do Trabalho (MPT) e também à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE). Também já foi solicitada uma mediação na SRTE para tratar das demissões e garantir o acerto de todos os trabalhadores. Segundo o Sindicato de Jornalistas de Minas Gerais, o grande temor é que não haja pagamento das verbas rescisórias, já que o grupo não tem honrado acordos na Justiça, está em débito com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), reduziu os salários ilegalmente, não tem pago férias dentro do prazo legal e suspendeu o plano de saúde, além de não quitar integralmente o décimo terceiro salário de 2015 de parte dos jornalistas e administradores.

O clima nas redações é de tristeza e pesar pela saída dos colegas e pelas dispensas terem ocorrido às vésperas das festividades de fim de ano. A data da reunião com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego será comunicada por meio de nota a todos os trabalhadores, desde já convocados para participar, destacou o jornalismo da Rádio Líder FM 104,9 de Ponta Porã (MS).