Clube de Imprensa

Em posse, Marcos Trad pede paciência e diz que não vai aumentar impostos

Sobre ‘erros’ de Bernal, novo prefeito disse que questão ficará para a Justiça

Por GABRIEL MAYMONE E GLAUCEA VACCARI*

Ao tomar posse como prefeito de Campo Grande, na noite de hoje (1º), Marcos Trad (PSD) disse que não irá reclamar da situação em que a cidade está e que irá fazer as contas ‘na ponta do lápis’. “Lutei para ser prefeito. Por isso não tenho direito de reclamar da cidade do jeito que está. Vou à luta”, frisou.

Em relação à gestão anterior, Trad pontuou que a questão deve ser resolvida pelo judiciário. “Erros devem ser avaliados, julgados e punidos. Não vou perder tempo olhando para trás. Temos que modificar comportamentos e atitudes”.

Outra promessa feita pelo novo prefeito da Capital e que deve ser cobrada pela população é que ele não irá aumentar impostos. “Aquilo que é justo eu vou cobrar, o que está errado, vou corrigir”, destacou.

“Como gestor darei prioridade à população de quase 900 mil habitantes, aos milhares de quilômetros de área asfaltada, limpeza de mais de centenas de praças e muitos parques, reaparelhamento das unidades de saúde, escolas e Ceinfs (Centro de Educação Infantil). São quase 40 mil famílias absolutamente desprotegidas, isso não podemos aceitar”, completou Trad.

O novo prefeito também pediu que a população tenha paciência, pois segundo cálculos feitos pela sua equipe, serão necessários de 12 a 14 meses para reorganizar a cidade. “Estou iniciando minha gestão com controladoria de transparência pública. Todos vamos saber como o dinheiro foi gasto, quanto entrou e saiu por mês da prefeitura, vocês vão ter acesso a esses números, até porque este dinheiro não é meu, é de todos vocês”, finalizou.

VEREADORES EMPOSSADOS

A cerimônia que aconteceu no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo também empossou os 29 vereadores eleitos de Campo Grande. Em nome de todos, o mais votado, André Salineiro (PSDB) fez discurso reafirmando parceria construtiva com o Executivo. “Vamos cobrar todos os dias as promessas feitas pelo prefeito. Vamos fiscalizar, mas acima de tudo vamos contribuir com projetos, com nosso trabalho e estaremos dispostos a sermos cobrados também e melhorar com as críticas”. A reportagem do Correio do Estado foi destacado pelo jornalista Lile Corrêa, ao vivo na Emissora Líder FM 104,9 de Ponta Porã (MS).