Empresas criam estratégia para atrair turistas sul-mato-grossenses à Bonito e região

bonito
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Empresas criam estratégia para atrair turistas sul-mato-grossenses à Bonito e região

Por *Lucas Oliver, G1MS — Campo Grande

Grutas, cavernas, cachoeiras, fauna e flora diversificada e águas cristalinas, são parte do atrativo de Bonito. Cidade a 296 quilômetros da capital Campo Grande, o município se destacou como o principal destino turístico de Mato Grosso do Sul.

Bonito se destacou como o principal destino turístico em Mato Grosso do Sul — Foto: Pablo Rodrigo/H20 Ecoturismo

O município localizado na região sudoeste do estado ficou mundialmente conhecido pelos rios de águas cristalinas e pela diversidade de fauna e flora, além dos passeios diversos.

Porém, nos últimos anos, segundo as entidades do setor apontam que o público sul-mato-grossense tem preferido outros destinos, em geral, os motivos seriam os altos custos para turismo na região. Segundo uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Bonito têm mais de 40 passeios, onde apenas 9% dos turistas que frequentam a região são de Mato Grosso do Sul.

Um dos passeios é a Gruta de São Miguel — Foto: Pablo Rodrigo/H20 Ecoturismo

Um dos passeios é a Gruta de São Miguel — Foto: Pablo Rodrigo/H20 Ecoturismo

Para estimular que turistas do estado passem consumir os atrativos turísticos de Bonito, a agência de ecoturismo H2O elaborou o projeto MS +Bonito. Em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc – MS) , o projeto visa encorajar os empresários do município a criarem na baixa temporada, ofertas exclusivas para os moradores de Mato Grosso do Sul.

A campanha será lançada durante a Feira Bonito 21K, no dia 6 dezembro. Segundo dados do Bonito Convention & Visitors Bureau, em um passeio na Gruta do Lago Azul, 33,87% dos visitantes eram de São Paulo e 12,36% do Rio de Janeiro. Os sul-mato-grossenses que visitaram o local representam apenas 6,94% de visitantes, em 5º lugar no ranking.

De acordo com a agência, os descontos poderão chegar a 60%. Serão mais de 10 passeios parceiros, além de hotéis e restaurantes da cidade. A cada mês serão disponibilizadas novas vantagens para os participantes da campanha. Ações com imprensa e digitais influencers de Mato Grosso do Sul também estão sendo feitas para divulgar o MS +Bonito.

Grupo de digitais influencers levados à Bonito em ação do MS + Bonito — Foto: Lucas Oliver/G1MS

Grupo de digitais influencers levados à Bonito em ação do MS + Bonito — Foto: Lucas Oliver/G1MS

Passeios

Parque Boca da Onça

O nome Boca da Onça se originou devido a uma história contada pelo antigo proprietário relatando as suas histórias, ao tentar salvar um veado da boca e das garras de uma onça, na fazenda, há muitos anos.

A cachoeira Boca da Onça é a maior do estado — Foto: Boca da Onça Ecotour/Divulgação

A cachoeira Boca da Onça é a maior do estado — Foto: Boca da Onça Ecotour/Divulgação

A cachoeira da Boca da Onça é a maior do estado e a oitava cachoeira mais alta do Brasil, com 156 metros de altura.

Parque Ecológico Rio Formoso

O projeto do Parque Ecológico Rio Formoso foi idealizado pela Dona Eza em 1999. O passeio iniciou as atividades apenas com a flutuação e, com o passar dos anos, acrescentou a cavalgada, boia cross, atividades na área de lazer.

Turistas podem praticar o boia cross no rio Formoso — Foto: Parque Rio Formoso/Reprodução

Turistas podem praticar o boia cross no rio Formoso — Foto: Parque Rio Formoso/Reprodução

*Estagiário supervisionado por Anderson Viegas.