Encontradas partes do corpo de jornalista, diz emissora britânica

Redação Portal IMPRENSA

A emissora de TV britânica SKy News informou, nesta terça-feira (23), que partes do corpo do jornalista Jamal Khashoggi foram encontradas. Ele foi assassinado no último dia 2, dentro do consulado da Arábia Saudita, em Istambul, na Turquia.
Crédito:Reprodução/Twitter
Segundo a emissora, Khashoggi foi “esquartejado” e “desfigurado” por seus assassinos. Seu corpo teria sido encontrado no jardim da casa do cônsul saudita, Mohammed al Otaibi, que retornou a seu país no dia 16. O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, fez um pronunciamento no Parlamento turco e afirmou que o cônsul foi destituído pelo governo saudita.
“Eu disse ao rei que o cônsul não era eficiente, não era competente. E como resultado dessa conversa, foi destituído”, informou Erdogan, referindo-se a uma conversa telefônica com o rei Salman bin Abdulaziz. “Após as instruções dadas pelo rei, equipes da nossa polícia e do Ministério Público entraram no edifício do consulado e lá fizeram várias investigações. Antes. o cônsul não tinha colaborado com a primeira delegação que chegou”, complementou.
Hoje, o príncipe Mohammad bin Salman participou do Fórum Iniciativa de Investimentos Futuros organizado em Riad e que foi boicotado por diversas empresas internacionais após o desaparecimento de Khashoggi. O jornalista era um conhecido crítico do governo saudita, que nega estar envolvido em sua morte.

De acordo com as autoridades do país, Khashoggi teria sido morto durante uma discussão com agentes de segurança do consulado, onde foi retirar documentos. Reportagem da Sky News afirma, porém, que, segundo suas fontes, o assassinato havia sido planejado dias antes.

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book