Entidades divulgam nota conjunta em defesa da democracia no Brasil

nota
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Entidades divulgam nota conjunta em defesa da democracia no Brasil

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), o Foro de Peridists Paraguayos (Fopep), o Centro de Archivos y Acesso a la Información (CAinfo) do Uruguai, e o Foro de Periodismo Argentino (Fopea) denunciam o recrudescimento da perseguição a jornalistas e o cerceamento da liberdade de imprensa no Brasil.

Crédito: Reprodução

Segundo nota conjunta, nos últimos meses, têm se tornado frequente a hostilidade durante coberturas noticiosas, o assédio virtual, o assédio judicial e agressões verbais por parte de autoridades, em especial o presidente da República, Jair Bolsonaro.

“O clima de violência psicológica, recentemente, degringolou para casos de violência física contra repórteres durante coberturas de eventos políticos”, diz a nota.

As entidades lembram ainda do histórico de assassinatos de comunicadores, como os de Jairo de Souza, Jefferson Pureza e Léo Veras.

Por fim, as entidades lembram que o Brasil e a América Latina não podem repetir os erros históricos do passado, quando regimes autoritários violaram o direito à liberdade de pensamento, o direito à liberdade de expressão e a liberdade de imprensa, detendo, torturando e assassinando jornalistas e suas famílias.