Equipe da BBC é atingida por erupção de vulcão

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Vulcão Etna em erupção. Foto: GP1

Uma equipe da BBC, que participava de uma expedição ao vulcão Etna, ao sul da Itália, e um grupo de turistas ficaram feridos após serem pegos de surpresa por uma erupção do vulcão.

“A equipe da BBC está bem – alguns cortes, hematomas e queimaduras. Mas estamos muito abalados – foi muito assustador”, tuitou a repórter de ciência da BBC Rebecca Morelle, que fazia parte do grupo.

A explosão feriu sete pessoas, entre elas uma idosa de 78 anos. Além de cortes na cabeça, devido a queda das rochas, as vítimas sofreram contusões e queimaduras. Porém, os traumas não foram considerados graves.

Conforme a Proteção Civil da Região da Sicília – equivalente a Defesa Civil no Brasil – os feridos foram tratados em diferentes hospitais do país. Três eram britânicos.

De acordo com declarações da jornalista, no Twitter, a equipe foi surpreendida pelo fenômeno.

“Apanhado em incidente no Monte Etna – BBC tripulação e turistas apanhados em explosão enorme – ferimentos causados e evacuação da cena”, disse a jornalista.

Segundo a repórter, um vulcanologista que estava no local afirmou a ela que aquele tinha sido o incidente mais perigoso em seus 30 anos de carreira.

Características

O Etna começou a expelir lava no início da manhã desta quinta-feira, 16, – é a terceira vez em três semanas. Localizado na Sicília, é o vulcão mais alto da Europa e um dos maiores do mundo, com cerca de 3.343 metros de altitude, que pode variar em detrimento das erupções.

O Etna também é a mais alta montanha da Itália, com extensão total de 1.190 km² e circunferência de 140 km, tornando-o três vezes superior ao monte Vesúvio, com 1.281 metros de altura.