Ex- Ministro Roberto Rodrigues falou sobre “Perspectiva do Agronegócio Brasileiro” na 43ª Exporã

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Lile Corrêa*

Na noite de quarta-feira (09/03) durante a 43ª Exposição Agropecuária de Ponta Porã no Tatersal do Parque de Exposição Alcindo Pereira aconteceu o evento Frontec – Sicredi tendo como palestrante o Ex- Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues que por uma hora e vinte minutos falou sobre “Perspectiva do Agronegócio Brasileiro”.

Após percorrer 85 países, o ex- secretário de Agricultura do Estado de São Paulo, Roberto Rodrigues falou da sua experiência sobre cooperativismo para produtores rurais e acadêmicos do IFMS e Faculdades Magsul. Ele é embaixador Especial da FAO para as cooperativas e presidente do LIDE Agronegócios, além de participar de inúmeros Conselhos Empresariais, Institucionais e Acadêmicos.

Na abertura do evento a gerente da Agência Sicredi de Ponta Porã, Sueli Fernandes de Azevedo Almeida deu as boas vindas aos presentes, salientando que “Neste Dia Internacional da Mulher queremos parabenizar à todas mulheres que lutam para transformar a sociedade”. Ela afirmou que “O Sicredi apoia e investe na maior feira agropecuária da fronteira, a Exporã, trazendo grandes palestrantes para contribuir com o desenvolvimento do município, a presença de Roberto Rodrigues é muito importante para nos trazer conhecimento sobre o agronegócio”.

Para o presidente do Sindicato Rural, advogado André Cardinal “o palestrante Roberto Rodrigues é uma pessoa que conhece as potencialidades do Mato Grosso do Sul, homem de visão foi presidente do Conselho Superior do Agronegócio da FIESP e da Sociedade Rural Brasileira, tem muito que nos relatar sobre o futuro do agronegócio”.

Roberto Rodrigues afirmou que “segurança alimentar é condição essencial para a manutenção da paz universal”.

Segundo ele o desafio é “produzir mais alimentos aumentando a produtividade, e intensificando a sustentabilidade”.

Finalizando, Roberto Rodrigues “o futuro dependerá de uma estratégia articulada de todo o Estado Brasileiro – estratégia para o agronegócio que seja uma politica de Estado e não apenas de governo”.

Fotos: Lile Corrêa