Clube de Imprensa

Festa para toda família, Arraiá ALEMS cresce e reúne 2,2 mil pessoas

Com cerca de 2,2 mil pessoas lotando a rampa da Casa de Leis, o segundo Arraiá ALEMS ampliou o sucesso da primeira edição

Por: Osvaldo Júnior   Foto: Paulo Klaizer, Luciana Nassar, Wagner Guimarães e Fabiana Silvestre

A família festeira da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) cresceu, e muito. A segunda edição do Arraiá ALEMS, realizada neste sábado (22), reuniu cerca de 2,2 mil pessoas, que lotaram a rampa da Casa de Leis. São mil a mais que na festa junina do ano passado, que já havia sido um sucesso. O evento, que agora está oficializado no calendário do Estado, foi um encontro de famílias e um momento para a prática de solidariedade. Com o tema “Cordel”, teve tudo que se tem direito em um arraial, com acréscimo de um tempero nordestino.

Festa junina da ALEMS foi um encontro das famílias

O sucesso da primeira edição fez com que o Arraiá ALEMS se tornasse evento oficial, incluído no calendário de Mato Grosso do Sul pela Lei 6.123/2023. E veio neste ano ainda com mais força para se firmar como festa junina tradicional. Assim que chegavam à festa, as pessoas já se sentiam no clima do Nordeste, apreciando e tirando fotos no corredor de entrada, em que havia galeria de quadros em estilo cordel. E aí era só curtir boa música, atrações diversas, como totens para fotos, cabine escura, carroça, fazendinha com animais, pescaria, e variedade de comidas e bebidas, como doces, maçã do amor, canjica, tapioca, cuscuz, pamonha, quentão, vinho e caldos.

Presidente da ALEMS, Gerson Claro, vibrou com a festa

“Nós somos festeiros”, definiu o deputado Gerson Claro (PP), presidente da Casa de Leis, referindo-se ao povo sul-mato-grossense. “Estou muito feliz por ver essa confraternização aqui com os servidores, com essas barracas todas, que são de assistência social, a população, o pessoal que trabalha aqui no Parque [dos Poderes]. É uma oportunidade da gente se juntar e manter uma tradição. A festa junina é uma tradição que nos acompanha desde criancinha, desde a época de escola. E aqui na ALEMS veio para ficar. Já virou lei, inclusive”, enfatizou.

Mesmo entusiasmo ao falar sobre o Arraiá demonstrou o deputado Paulo Corrêa (PSDB), 1º Secretário da ALEMS. “Esta festa é maravilhosa. É uma festa da família, da família da Assembleia Legislativa, dos 24 deputados. Uma festa para toda a população de Mato Grosso do Sul. É uma festa que já virou tradição. É o segundo ano e vamos continuar. É uma festa popular, uma festa para o povo”, vibrou o parlamentar.

O deputado Pedro Kemp (PT), 2º Secretário do Parlamento, enfatizou que o Arraiá ALEMS é um momento para encontro de servidores e de toda população. “A Casa aprovou a realização da festa junina todos os anos para se tornar um ponto de encontro dos funcionários, mas também da comunidade, porque ela é aberta a todos”. O parlamentar ainda lembrou da característica solidária da festa. “As barracas são destinadas a auxiliar uma série de entidades, que realizam ações sociais. Então, há uma ação social e, ao mesmo tempo, diversão, um encontro de amigos. É uma festa bonita, cada vez mais bem organizada”, acrescentou.

Festa aguardada pelas entidades

Assim como aconteceu na primeira edição, a festa teve participação de várias entidades, cada uma convidada por um parlamentar. O dinheiro das vendas será revertido para o custeio das atividades realizadas pelas entidades.

O evento já entrou para a agenda das entidades. É o que notou Maria Lúcia Furtado, da Casa de Apoio às Mulheres em Situação de Rua Santa Clara, que montou barraca de arroz carreteiro e outras comidas a convite do deputado Pedro Kemp. “Eu vejo essa festa como um momento esperado pelas entidades. Os recursos são parcos nas entidades. Então, essa festa ajuda bastante. Esse momento é muito importante, porque todas as entidades aqui realizam trabalho muito digno. Acredito que este momento já está na agenda das entidades. É uma festa muito importante”.

Arraiá teve participação de diversas entidades assistenciais

“Acho que esse também é o papel da Assembleia Legislativa, o de contribuir com as entidades, de trazer o povo aqui para dentro desta Casa”, comentou Maria Filartiga, voluntária da ONG Onça Pintada, que participou da festa a convite do deputado Paulo Corrêa.


Festa também foi aos pequenos, como o Guilherme

Opinião semelhante tem Cacilda da Silva, vice-presidente Associação Beneficente dos Renais Crônicos (Abrec), que montou barraca por intermédio do deputado João Henrique (PL). “Eu acho esta festa fantástica, maravilhosa. É uma oportunidade ímpar para as entidades, para poder mostrar os seus trabalhos, serem conhecidas. E também para ter um ganho, porque as entidades precisam”, disse.

Além de comidas e bebidas, as entidades montaram barracas de atrações típicas de festa junina, como a pescaria. Na colorida barraca, com muitos brinquedos de brinde, era grande o movimento de crianças.  “É de suma importância esse trabalho que o nosso presidente Gerson Claro e os demais deputados estão fazendo. Esse trabalho de trazer as entidades para cá. Ajuda muito o nosso projeto”, considerou Marivânia Delmondes, da entidade “Tocando em frente”, que atende cerca de 500 crianças do bairro Parati e que foi convidada para a festa pelo deputado Professor Rinaldo Modesto (Podemos).

Arraiá também para os pequenos

E entre os que saíram contentes da barraca de Marivânia, estava Guilherme Barbosa de Araújo, 4 anos. Ele foi um ótimo pescador e conseguiu ganhar um trenzinho. “Gostei da pescaria e gostei de comer pastel”, contou Guilherme. O menino era um entre as tantas crianças, que se perdiam em meio a tantas diversões.

Outro pequeno que também amou o programa de família deste sábado foi Jonatan Neto, de 5 anos. “Nunca vi uma lhama. É muito bonita! Parece um camelo pequeno”, vibrou Jonatan, com os olhinhos brilhando, enquanto curtia os animais da Fazendinha.

“E tem prêmios na quadrilha? Tem sim senhor!”

Festa junina que se preze tem quadrinha. E mais: tem quadrilha com premiações. E foi assim a desta noite. Com a participação de três deputados – Gerson Claro, Pedro Kemp e Renato Câmara (MDB) –, a quadrilha, organizada pelo Sindicato dos Servidores da ALEMS (Sisalms),  teve tudo, e um pouco mais, da típica dança junina.

Quadrilha animada, com muita diversão e vários prêmios

Além da diversão da dança, alguns servidores tiveram outro motivo para se alegrar: os prêmios recebidos. Venceram o concurso de casal mais animado a servidora Regiane Ribeiro e o servidor Gustavo Facques. O segundo lugar ficou com Jacqueline Lopes e Elaine Carmo. E todos ganharam prêmio em dinheiro: R$ 400 para o primeiro colocado e R$ 200 ao segundo.

O melhor traje feminino foi para Thalita Peixoto e Lilian Veron, primeira e segunda colocada, respectivamente.  E Thiago Gonçalves foi o campeão em sua vestimenta e Jéder Massad foi o vice-campeão na categoria traje masculino.

E, nesses quesitos, o Sisalms também caprichou na premiação. Cada vencedor no melhor traje recebeu R$ 200. E os que ficaram em segundo lugar ganharam, cada um, “Day use Go Fit Arena”  e um tratamento estético na Clínica Ouse.

E dá-lhe arrasta-pé

Do início ao fim, houve animação e música boa. Forró, vanerão, xote, chamamé e tantos outros ritmos não deixaram parados os que gostam – praticamente, todas as pessoas – de um bom arrasta-pé. Animados desde os primeiros minutos da festa pelo locutor Potência, os participantes do Arraiá ouviram e dançaram modas tocadas pela Banda Trem Pantaneiro, Flor de Pequi e, fechando a noite, o grupo Canto da Terra.