Fotógrafo ganhador do Pulitzer morre no Afeganistão

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Por G1

Imagem de Danish Siddique de 2016 mostra soldado norte-americano de bermuda realizando exercício de tiros no Afeganistão — Foto: Danish Siddiqui/Reuters

Imagem de Danish Siddique de 2016 mostra soldado norte-americano de bermuda realizando exercício de tiros no Afeganistão — Foto: Danish Siddiqui/Reuters

Danish Siddiqui, um fotógrafo da Reuters, foi morto nesta sexta-feira (16) cobrindo um confronto entre forças de segurança do Afeganistão e combatentes do Talibã perto de uma passagem de fronteira com o Paquistão, disse um comandante afegão.

Forças especiais afegãs lutavam para retomar a importante área comercial de Spin Boldak quando Siddiqui e uma autoridade afegã de alto escalão foram mortos no que testemunhas descreveram como fogo cruzado do Talibã, disse um funcionário à Reuters.

Refugiados rohingya chegam a Bangladesh, na cidade de Shah Porir Dwip, com a fumaça dos incêndios em Mianmar visível ao fundo — Foto: Reuters/Danish Siddiqui

Refugiados rohingya chegam a Bangladesh, na cidade de Shah Porir Dwip, com a fumaça dos incêndios em Mianmar visível ao fundo — Foto: Reuters/Danish Siddiqui

Siddiqui fez parte da equipe de fotógrafos da Reuters que venceu o Prêmio Pulitzer de 2018 de Fotografia por documentar a crise dos refugiados rohingya.

Centro de cremação em Nova Dhéli realiza cerimônia em massa para vítimas da Covid-19 em 22 de abril de 2021 — Foto: Danish Siddiqui/Reuters

Centro de cremação em Nova Dhéli realiza cerimônia em massa para vítimas da Covid-19 em 22 de abril de 2021 — Foto: Danish Siddiqui/Reuters

Siddiqui fez parte da equipe da agência Reuters que venceu o prêmio Pulitzer de 2018

Siddiqui fez parte da equipe da agência Reuters que venceu o prêmio Pulitzer de 2018

MOHAMMAD PONIR HOSSAIN / REUTERS