Clube de Imprensa

Gente que cuida de Gente por Rosildo Barcellos

“A pesada vem te homenagear, podem aplaudir sua trajetória, nos braços do povo, tanta emoção, a Victor Rocha toda nossa gratidão”. Assim começavam os versos da referência ao samba enredo da “Escola de Samba A Pesada”, puxado por Ito Melodia, no carnaval 2024 em Corumbá e composta por Gugu das Candongas, Marquinhos do Banjo, e Paulo Cesar UIG, com a produção de Cesar Fadel. Mas quem é homenageado também homenageia e assim o Edil Vitor Rocha é o propositor da sessão solene de outorga da Medalha Legislativa “Wanda Horta”, a data foi instituída na casa de leis, pela Resolução 1126/2011 e 1278/2018 e realizar-se-á em 10 de julho de 2024, no Plenário Oliva Enciso da Câmara Municipal de Campo Grande .

Wanda de Aguiar Horta, foi uma notável professora que introduziu os conceitos do Processo de Enfermagem no século passado. Antes dela, os pacientes eram apenas indivíduos. Depois dela, passaram a ser tratados como seres humanos, com sentimentos, emoções. Nascida em Belém/PA, Wanda Cardoso de Aguiar ( Horta veio do marido com quem se casou aos 27 anos)nasceu em 11 de agosto do ano de 1926. Na década de 1940, durante a Segunda Guerra Mundial, se inscreveu na Cruz Vermelha. .Faleceu aos 54 anos, em 15 de junho de 1981, decorrente de Esclerose Múltipla. Urge ressaltar a sua luta para deixar no passado a visão de que o cuidado a um paciente deveria transitar sob o modelo biomédico. Na prática, seu legado contribui e norteia até os dias atuais os aspectos da saúde com um olhar integrativo, além de inspirar profissionais que encontraram na atuação do cuidado seu propósito de vida.

Foi na sua desbravadora carreira acadêmica, que encontrou a Teoria das Necessidades Humanas Básicas, do psicólogo Abraham H. Maslow, como parâmetro para mudar e humanizar o tratamento de saúde no Brasil. O lema que utilizava era: “Gente que cuida de Gente”.

Ela vislumbrava que as Necessidades Humanas Básicas, gravitam como um estado de tensões, conscientes ou inconscientes, resultantes dos desequilíbrios homodinâmicos dos fenômenos vitais. São condições que o indivíduo, família ou coletividade apresentam decorrentes do desequilíbrio de suas necessidades básicas.

Desta feita, implementando sua proposta teórica, Horta chega ao método pelo qual, diferencia sua proposta das demais existentes na época por meio da apresentação de seis fases, representadas por um hexágono, chamado atualmente “Hexágono de Horta”:

1. Histórico: Roteiro sistematizado para o levantamento de dados do ser humano e que torna possível a identificação de seus problemas.

2. Diagnóstico: Identificação das necessidades do ser humano que precisam de atendimento e a determinação do grau de dependência deste atendimento em natureza e em extensão.

3. Plano assistencial: Determinação global da assistência de que o ser humano deve receber diante do diagnóstico estabelecido.

4. Plano de cuidados ou prescrição: Implementação do plano assistencial pelo roteiro diário na execução dos cuidados adequados ao atendimento das necessidades básicas e específicas do ser humano. O plano de cuidados é avaliado diariamente, fornecendo os dados necessários para o quinto passo.

5. Evolução: Relato diário das mudanças sucessivas que ocorrem no ser humano, é através dela que é possível avaliar a resposta do ser humano à assistência implementada.

6. Prognóstico : Estimativa da capacidade do ser humano em atender suas necessidades básicas alteradas após a implementação do plano assistencial,

Por derradeiro Wanda Horta ao longo de sua vida construiu pontes para que o cuidado de saúde, fossem respeitados e baseados em evidências científicas. A ti, Horta, a nossa eterna gratidão !

*Articulista.