Governo de MS anuncia extra de R$ 60 para famílias do Vale Renda para compensar falta da merenda com as aulas suspensas

governador-reinaldo-azambuja-ok
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Governo de MS anuncia extra de R$ 60 para famílias do Vale Renda para compensar falta da merenda com as aulas suspensas

Reinaldo Azambuja também anunciou a suspensão do pagamento por quatro meses das prestações de financiamentos da Agehab e edital para beneficiar com ajuda de custo artistas e artesãos.

Por Dyego Queiroz, TV Morena

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou nesta segunda-feira (30) três novas medidas de enfrentamento ao coronavírus em Mato Grosso do Sul. A primeira, vai beneficiar 9 mil famílias das 11 mil cadastradas no Vale Renda no estado. Elas tem alunos na rede estadual de ensino e vão receber um valor extra de R$ 60 para compensar a merenda que as crianças e adolescentes não estão recebendo com a suspensão das aulas.

De acordo com o governador, somado esses R$ 60, aos R$ 180 que as famílias já recebem, elas contarão neste período de pandemia com R$ 240. A medida é temporária e tem validade por 90 dias, já disponível no saque referente ao mês de março que é pago em abril.

“É fundamental que temos este olhar social. Sabemos que muitas vezes a criança tem na merenda a sua principal fonte de alimento diário. Não tem como deixar desassistidas e foi por isso que tomamos a decisão do implemento no valor do Vale Renda”, disse o governador.

A segunda foi a suspensão por quatro meses (abril, maio, junho e julho) do pagamento das prestações dos financiamentos habitacionais da Agência Estadual de Habitação (Agehab) para s 14 mil famílias que têm financiamentos pela instituição. Essas prestações vão ser repassadas para o fim dos contratos, sem o acréscimo de juros.

A terceira medida anunciada por Azambuja foi a publicação ainda nesta semana de um edital convocando artistas e artesãos, para que eles recebam uma ajuda de custo. O valor vai variar de pessoa para pessoa e a expectativa é beneficiar pelo menos 650 pessoas.