Clube de Imprensa

Governo e Sanesul ampliam sistema de esgotamento sanitário em Brasilândia

Localizada na região do Bolsão, a cidade recebeu quase R$ 15 milhões do Governo de Mato Grosso do Sul em investimentos em obras de saneamento básico, visando à ampliação do sistema de esgotamento sanitário local.
Escrito por ACOM/SANESUL

O prefeito Antônio de Pádua Thiago fala ao lado de Walter Carneiro Júnior

O diretor-presidente da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), Walter Carneiro Júnior, assinou na tarde desta sexta-feira (4) ordem de execução de serviço visando à ampliação do sistema de esgotamento sanitário da cidade de Brasilândia.

O ato público, ocorrido na sede da unidade da empresa local, contou com presença do prefeito Antônio de Pádua Thiago, os diretores da Sanesul, Helianey Paulo da Silva (Engenharia e Meio Ambiente) e Onofre Assis de Souza (Comercial e de Operações), vereadores, funcionários da companhia e populares.

Durante discurso, o prefeito agradeceu ao diretor-presidente da Sanesul pelos investimentos na cidade em obras de saneamento por determinação do governador Reinaldo Azambuja e do secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, e aproveitou a oportunidade para entregar ao dirigente novas reivindicações locais que recebe de vereadores.

O diretor Comercial e de Operações da empresa, Onofre Assis de Souza, destacou a importância da parceria institucional entre o legislativo municipal e a prefeitura em torno da concessão dos serviços públicos de água e esgoto, por meio da qual, segundo ele, a Sanesul tem levado importantes obras de saneamento não apenas para Brasilândia, mas para os demais municípios atendidos pela companhia.

Walter Carneiro Júnior disse que a companhia recebeu a determinação do governador Reinaldo Azambuja e do secretário Riedel de entregar todas as obras contratadas nos 68 municípios nos quais a Sanesul mantém  a concessão dos serviços de água e esgoto e Brasilândia também está dentro da meta de universalização do sistema de esgotamento sanitário, cuja área de cobertura atualmente é 77,98%.

Localizada na região do Bolsão, a cidade recebeu quase R$ 15 milhões do Governo de Mato Grosso do Sul em investimentos em obras de saneamento básico, visando à ampliação do sistema de esgotamento sanitário local.

No total, a cidade terá R$ 14.990 milhões em obras de ampliação do sistema de esgoto, incluindo ampliação de uma ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), execução de 15. 776 metros de rede coletora der esgoto, 725 ligações domiciliares e uma estação elevatória (construção de um RAF novo com capacidade de 20 litros por segundo).

Os recursos fazem parte do Programa Avançar Cidades.

Brasilândia é a 52º cidade a ser visitada pela ‘Rota do Saneamento’, programa da Sanesul que desde julho do ano passado tem levado importantes obras de saneamento, incluindo fornecimento de água e sistema de esgoto para os 68 municípios atendidos pela empresa.

O foco da companhia, segundo o dirigente, é cumprir a meta de universalizar o esgotamento sanitário em Mato Grosso do Sul por determinação do governador Reinaldo Azambuja, visando se antecipar ao prazo estabelecido pelo novo marco legal do saneamento básico.

ÁGUA TRATADA

Durante o evento, também foi assinada autorização para a Sanesul contratar obras para melhorias no sistema de abastecimento de Água de Brasilândia.

Entre outros serviços, as obras incluem reabilitação e reforma da unidade de tratamento de água e urbanização da área do poçoPJA-001, no Distrito de Porto João André.

Foto: Acom

Autoridades durante o ato público em Brasilândia

Foto: Acom

O diretor Comercial e de Operações da empresa, Onofre Assis de Souza, fala durante o evento