Greve de auditores fiscais causa prejuízo de R$ 406 mil ao dia ao MS - CLUBE DE IMPRENSA

Greve de auditores fiscais causa prejuízo de R$ 406 mil ao dia ao MS

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Greve de auditores fiscais causa prejuízo de R$ 406 mil ao dia ao MS


Estado pretende acionar a bancada federal para buscar solução

Renata Prandini*

A greve dos auditores fiscais em Ponta Porã, fronteira seca com o Paraguai, tem causado prejuízo com atrasos de R$ 406,8 mil ao dia. A estimativa é baseada em análise da Federação da Indústria de Mato Grosso do Sul (Fiems).

Conforme a instituição, de janeiro a outubro, o Mato Grosso do Sul exportou, por Ponta Porã, o equivalente a 68 mil toneladas, o que representa um montante de US$ 24 milhões – R$ 76,8 milhões. “Considerando os 200 dias úteis nesse período, o prejuízo médio estimado é de US$ 120 mil ao dia – R$ 406,8  mil/dia”.

Em alguns casos, caminhões ficam parados por até 15 dias esperando a liberação do Fisco para seguir viagem, informou a federação.

Esse prejuízo foi tema de uma reunião realizada entre representantes do setor industrial do Estado, do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco) em Mato Grosso do Sul e também do secretário Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), Jaime Verruck, destacou o jornalista Lile Corrêa, ao vivo na Líder FM 104,9 de Ponta Porã.