Jaqueline Arantes é coroada Miss Campo Grande Be emotion 2017

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Por Jhoseff Bulhões, com assessoria

A costarriquense Jaqueline Arantes, 21 anos, é a nova Miss Campo Grande Be emotion 2017. A estudante do nono semestre de Arquitetura e Urbanismo e técnica desegurança do Trabalho mora na cidade morena há quatro anos. “É uma honra representar a capital do estado”, declarou Jaqueline em cerimônia realizada na noite de quarta-feira (05), no Espaço Plataforma Cultural, em Campo Grande.

Na ocasião estiveram presentes, o vice-prefeito de Costa Rica, Roberto Rodrigues, no ato representando o prefeito Waldeli dos Santos Rosa, a Miss Mato Grosso do Sul Be Emotion 2016 Yara Deckner, o secretário de Turismo, Meio Ambiente, Esporte e Cultura de Costa Rica Keyler Simey Garcia Barbosa e a secretária Municipal de Educação Profª Me. Manuelina Martins da Silva Arantes Cabral que é mãe da Miss, além de outros familiares e amigos da jovem.

O evento também marcou o lançamento da 48ª edição do concurso Miss Mato Grosso do Sul Be Emotion, concurso oficial que vai eleger a sul-mato-grossense mais bonita de 2017.

Após a coroação, foram apresentadas as representantes de Corumbá, Jaraguari, Aquidauana, Coxim, Ivinhema e Selvíria que vão disputar a coroa de Miss Mato Grosso do Sul Be emotion 2017.Este ano, a disputa será realizada no dia 06 de maio, no Espaço Gold em Costa Rica, cidade a 305 quilômetros de Campo Grande. O município é considerado a capital estadual do algodão e dos esportes de aventura, por conta de seu grande potencial turístico.

O concurso será disputado por jovens com idades entre 18 a 26 anos e diversos quesitos serão avaliados, não apenas um rosto e um corpo bonito, mas também a elegância, leveza e cultura devem entrar na passarela.

O evento já tem a presença confirmada da Miss Brasil 2016 Raíssa Santana, que representou o país no concurso Miss Universo realizado em janeiro, nas Filipinas, quebrando um jejum de 30 anos sem que uma negra triunfasse no concurso e se tornou a segunda representante da etnia a conquistar a honraria nos 63 anos da competição. A brasileira ficou entre as 13 finalistas, destacou o jornalista Lile Corrêa, ao vivo na emissora Líder FM 104,9 de Ponta Porã (MS).