Jornalista com covid-19 e morre após parada cardíaca em Campo Grande

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

Morreu na madrugada de domingo (19/6) em Campo Grande, a repórter Erika Silva, 47.

Ela atuava no portal Jovemsulnews de Chapadão do Sul, no Norte do Estado, porém, estava afastada para tratamento médico.

Repórter estava afastada das atividades desde 2017 e morreu nesta madrugada – Crédito: Divulgação

Conforme o jornal eletrônico, a profissional sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. Ela deixa uma filha.

Erika estava afastada de suas funções desde novembro de 2017 para tratamento de dois tumores na garganta. Um deles chegou a ser removido por cirurgia e o outro estava sendo tratado, por impossibilidade do mesmo procedimento.

O Jovemsulnews publicou homenagem após o caso.

“Érika Silva deixa um exemplo de mãe, esposa, grande profissional apaixonada pelo o que fazia. O que fica é o seu exemplo de dedicação e comprometimento com a vida privada e pública. Agradecemos antecipadamente as manifestações de pesar e apoio à família de Erika Silva e à equipe Jovemsulnews, que sofrem com a grande perda”.