Jornalista é assassinado em Maricá, menos de um mês após morte de Robson Giorno

39E92225-49FF-4AAC-8E64-EA11B39F30ED
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Share on print
Share on whatsapp

Jornalista é assassinado em Maricá, menos de um mês após morte de Robson Giorno

Redação Portal IMPRENSA*
Romário da Silva Barros, fundador do site Lei Seca Maricá, foi morto a tiros no final da noite desta terça-feira (18) em Maricá, município localizado na região metropolitana do Rio de Janeiro. O jornalista foi baleado enquanto dirigia próximo ao centro da cidade. Ainda não há informações sobre os autores do crime e as motivações.

Crédito:Reprodução / Facebook
Esta é a segunda morte registrada no município em menos de um mês. No dia 25 de maio,  Robson Giorno, proprietário do jornal O Maricá, foi assassinado. A Polícia do Rio de Janeiro considera que este assassinato foi premeditado, no entanto as motivações para o crime ainda não foram reveladas. Tanto Romário quanto Robson eram conhecidos pela cobertura de política em Maricá.

Crédito:Reprodução / Facebook
Em post publicado pela Prefeitura Municipal de Maricá, o prefeito Fabiano Horta manifestou indignação pela morte de Romário. “É inaceitável que em menos de um mês a cidade esteja passando pela segunda morte de um jornalista. Vamos cobrar uma ação rápida e efetiva do Estado para que os crimes sejam solucionados e uma resposta seja dada às famílias e a sociedade. Não aceitaremos a impunidade”.