Jornalista Salomão Schvartzman morre em São Paulo

Redação Portal Imprensa*

Criador do bordão “seja feliz”, o jornalista Salomão Schvartzman, de 83 anos, morreu na manhã de sábado. A causa da morte não foi divulgada.

Crédito: Ascom
Ascom publicada no jornal Grande Bahia

Schvartzman começou a carreira no jornal O Globo, na década de 1960. Depois, foi chefe da sucursal de São Paulo da revista Manchete.

Na TV, ancorou por mais de 10 anos o programa “Frente a Frente”, da extinta Rede Manchete, onde também comandou as atrações Clássico sem Manchete e Momento Econômico.

Ele também foi conselheiro associado ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Em 2000, foi contratado pela Fundação Padre Anchieta, responsável pela TV Cultura e pelas rádios Cultura AM e FM e pela TV de mesmo nome.

Ficou lá até 2007, quando foi para a rádio Scalla FM e manteve o mesmo programa. Em 2013, Schvartzman voltou para a Cultura FM e apresentou o Diário da Manhã novamente, até junho deste ano. Tinha também uma coluna diária na BandNews FM.

Facebook Comments

Lile Corrêa

Jornalista, Radialista e Recordista Bi-Mundial incluso no Guinness Book