Clube de Imprensa

Jornalistas mineiros lançam livro sobre tragédia de Mariana

Os reflexos da cidade da barragem da Samarco, Minas Gerais, há quase sete anos, ainda estão presentes na cidade de Mariana. Para que a tragédia não seja esquecida, os jornalistas mineiros Luana Melody Brasil e Victor Pires lançam ‘Rejeitos: Vidas marcadas pela lama” (Appris, 2021). 
A obra é uma emocionante coletânea de relatos sobre dores físicas, psicológicas, financeiras, fome e medo que se tornaram problemas comuns aos moradores da região desde 5 de novembro de 2015.
Crédito: Reprodução
‘Rejeitos’ será lançado com bate-papo no próximo dia 6
Naquela data, toneladas e toneladas de mineração de ferro se arrastam pela cidade, matando 19 pessoas e invadindo o Rio Doce. No livro, as empresas mostram como os moradores que pretendem se levantar e lutar por das empresas mesmo, do Estado. 
Ao jornal O TEMPO, Luana afirma que o livro “um esforço de registro das memórias, solidariedade norte e dos povos tradicionais, ribeirinhos conhecimentos, pescadores, quilombolas, indígenas do Rio Doce e do litoral capixaba. luta por essas pessoas, que se viram obrigadas pelas circunstâncias a reivindicar direitos frente às mineradoras e ao Estado”. 
“O nosso livro é uma tentativa de entender as condições que permitem que o crime ambiental aconteçasse e também as dimensões dos impactos sobre as comunidades e o meio ambiente. , lideranças locais e procuramos também como empresas responsáveis”, afirma Victor.
O lançamento oficial está marcado para a próxima quarta-feira (6), na Livraria Travessa do Casapark, em Brasília.