Kiddle, o ‘Google das crianças’, bloqueia drogas, nudez e violência

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email
Share on print

por BARBARA MANNARA Para o TechTudo

Kiddle é uma ferramenta de buscas que mantém o controle dos sites acessados pelas crianças no computador. O recurso utiliza a tecnologia de pesquisas do Google, mas não é um serviço oficial do gigante de buscas. O visual é divertido e permite encontrar resultados na web, imagens, notícias e vídeos. Caso a criança busque palavras inapropriadas, aparecerá um alerta na tela do PC.

Sete serviços de Internet e redes sociais proibidos para crianças

Com visual e desenvolvimento pensado para mostrar apenas conteúdos adequados, o Kiddle pode ser acessado pelo navegador web do computador ou no celular pelo endereço (www.kiddle.co). O mascote é um “robô” virtual e a interface, amigável e colorida, está disponível apenas em inglês. Segundo o site, os resultados ocultam opções enganosas ou com material para adultos como nudez, violência, drogas e outros assuntos muito populares em toda a rede.

Top 3 infantil

Em cada busca há opções com linguagem facilitada para crianças. Os três primeiros resultados mostram páginas feitas especialmente para elas, conferidos pelos editores do Kiddle. Do item 4 até o 7 estão sites confiáveis com conteúdo simples. E o restante dos resultados, a partir do link 8, aparecem páginas famosas, que podem ser escritas por adultos, com controle de filtros do Google Safe Search.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Termos inapropriados são bloqueados no Kiddle (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Termos inapropriados são bloqueados no Kiddle (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Bloqueio de celebridades

Na busca do Kiddle, alguns termos de pesquisa são totalmente bloqueados e exibem apenas um alerta, sendo indicados como “bad words” (palavras ruins, em português) tais como “sexo” e até o nome de algumas celebridades do entretenimento adulto como Pamela Anderson e a revista “Playboy”.

O interessante no visual do “Google para Crianças” é que os resultados são exibidos com fonte grande em Arial, para uma leitura simplificada para os pequenos e oferecem imagens também maiores.

Resultados têm fonte em Arial e ilustrações maiores no Kiddle (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Resultados têm fonte em Arial e ilustrações maiores no Kiddle (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Sem registros

O serviço promete manter fora do campo de pesquisa assuntos como nudez, violência e drogas – incluindo palavras como ISIS e cannabis. Sobre a privacidade, o site afirma não coletar dados e os registros identificados são apagados a cada 24 horas dos servidores. As buscas são feitas de forma gratuita e estão disponíveis no Brasil, com a desvantagem de ter resultados exibidos em inglês.

Entretanto, a garantia de busca segura não é de 100%. Usuários tem reclamado no Twitter ter encontrar “nudes” de celebridades que trabalham com público infantil e conteúdo violento contra animais.